segunda-feira, 25 janeiro 2021
Início Geral Transporte coletivo de Blumenau pode paralisar no dia 18 de fevereiro

Transporte coletivo de Blumenau pode paralisar no dia 18 de fevereiro

23:19

O Sindetranscol (Sindicato dos Empregados das Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau e Gaspar), enviou um ofício no último dia 28 de Janeiro, ao diretor de transportes do Seterb, Lairto Leite. Foi dado um prazo de 20 dias para que sejam cumpridas as exigências descritas no documento, caso contrário, seria deflagrada uma greve.

O sindicato diz que os funcionários trabalham com zelo, tanto no atendimento aos usuários como na defesa das empresas operadoras. Mas,  faltou a contrapartida das três empresas do transporte coletivo, no que diz respeito à infraestrutura, administração e segurança nos terminais. O Sindetranscol também acusa o Seterb de irresponsabilidade na fiscalização e no cumprimento destas obrigações.

Dentre as reivindicações, podemos destacar três:

  • Segurança nos terminais;
  • Fim dos pontos finais de ônibus nos bairros;
  • Iluminação dos estacionamentos nos terminais. Somente no terminal do Aterro estava sendo instalada iluminação.

Ari-Germer_Sindetranscol

Segundo o presidente do sindicato Ari Germer, o consórcio SIGA pediu um prazo de um ano para efetuar as mudanças, o que na visão dele é um absurdo. “Não tem como trabalhadores e usuários esperarem um ano por estas mudanças. É um absurdo não ter segurança nos terminais. Não estamos pedindo segurança armada, pois arma é com a polícia. Estamos apenas pedindo profissionais treinados para dar um pouco mais de segurança, não só a nós trabalhadores, mas também aos usuários do transporte coletivo de Blumenau”, destaca o presidente.

Sobre o pedido de acabar com os pontos finais, ele lembrou do perigo que os profissionais estão expostos, como os atentados aos ônibus em Outubro do ano passado.

“Não podemos deixar que motoristas e cobradores fiquem parados quase 25 minutos em locais desertos, como são muitos dos pontos finais. O risco é muito grande. Foram nesses locais que ônibus foram incendiados no ano passado. Temos que zelar pela segurança dos trabalhadores”, finaliza.

Ari disse ainda que o prazo para que as exigências sejam atendidas é dia 18 de fevereiro. Se nada for feito até essa data, motoristas e cobradores ficarão parados.

Aqui você pode conferir a cópia do ofício que o sindicato enviou ao Seterb. Esperamos que ambas as partes entrem num acordo, pois, uma greve geral dos ônibus trará novamente o caos para a cidade.

 

Oficio-Sindetranscol_01

Oficio-Sindetranscol_02

Oficio-Sindetranscol_03

Avatar
Luciano Bernz
Responsável por toda a cobertura externa de OBlumenauense, sou nascido e criado em Blumenau. Trabalho há 25 anos com vendas, tendo passagem pela Rádio Blumenau e Rádio Clube de Itajaí, onde além de contato comercial, também fiz cobertura de festas e eventos.
 
 
 
 
 

MAIS LIDAS