segunda-feira, 25 outubro 2021
InícioGeralTexto no Facebook da Polícia Militar mostra uma das razões da criminalidade...

Texto no Facebook da Polícia Militar mostra uma das razões da criminalidade ser tão alta

Na tarde desta quinta-feira (4/02/16), um texto publicado na página de Facebook da Polícia Militar de Blumenau, mostra a fragilidade do nosso sistema judiciário. Um jovem foi preso, e segundo o texto, apesar de inúmeras passagens por diversos crimes, não se preocupa em ser mais uma vez preso, pela certeza da impunidade.

Ou seja, as inúmeras brechas da lei, permitem que a sociedade fique à mercê de quem comete o crime. Afinal, quem a lei protege: o cidadão de bem? Leia e se surpreenda.

 

“Não dá nada, sou dimenor” (sic)

Na data de ontem (3/02/16), uma viatura do 10º BPM estava em rondas preventivas, quando notou que dois homens estavam correndo, um perseguindo o outro, na Rua Humberto de Campos.

Desconfiando da situação, rapidamente foi feita uma manobra de retorno, seguida da abordagem policial. O tirocínio policial estava certo! Trava-se de uma tentativa de assalto.

Foi necessária a utilização do uso progressivo da força, pois além de ser flagrado, o autor da tentativa de roubo, ofereceu resistência à prisão.

Após ser imobilizado, o autor do crime bradou: “Sou menor, não dá nada, já tenho 54 passagens, essa é só mais uma”.

Após consulta nos sistemas criminais, confirmou-se que o agente da tentativa de roubo, era um adolescente de 16 anos, que possui 57 boletins de ocorrência, 1 auto de apreensão e 9 autos de apuração de ato infracional.

Em seu “currículo” criminal, possui passagens pelos crimes de roubo à transeunte, furto de bicicleta, furto em comércio, receptação, furto de empresa, tráfico de drogas, roubo em transporte coletivo, posse de drogas, ameaça, ameaça contra mulher, ameaça contra criança/adolescente, atentado violento ao pudor, além de inúmeros boletins de fuga dos estabelecimentos de internação.

Muitas vezes a sociedade indaga onde está a Polícia Militar, depositando toda a pressão pela insegurança na corporação que repetidas vezes se depara com este tipo de situação que acaba de ser relatada.

Pensa que esmoreceremos? Jamais!

Por ora, nos resta apenas seguir contabilizando as apreensões, até que nosso caro “dimenor” atinja a maioridade e fique de fato encarcerado.

Sociedade catarinense, conte sempre conosco, pois nossa parte, garantimos!

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS