domingo, 25 julho 2021
InícioSem categoriaTécnicos da Epagri realizam intercâmbio científico na Hungria

Técnicos da Epagri realizam intercâmbio científico na Hungria

Hesmann (de camisa branca) e Edson Silva (de camisa listrada), durante visita ao Centro de Meteorologia da Hungria

A meteorologista Marilene de Lima e o oceanógrafo Carlos Araújo estão no Centro Nacional de Meteorologia da Hungria, realizando intercâmbio científico até o dia 14 de outubro. A cooperação concretizou-se após a visita do Presidente da Epagri Luiz Hessmann e do Gerente da Epagri/Ciram Edson Silva à Alemanha, Áustria e Hungria realizada no primeiro semestre deste ano.  A parceria internacional prevê o intercâmbio de técnicos de ambas as instituições para trocar conhecimentos científicos e integrar tecnologias nas áreas de meteorologia, agrometeorologia e hidrologia.

A importância da cooperação técnica reside na semelhança entre as duas instituições. A Hungria possui uma área territorial parecida com a de Santa Catarina, em torno de 95.000 quilômetros quadrados, radares Russos, equivalentes ao radar MRL-5 de Fraiburgo utilizado no combate de granizo para a cultura da maçã, assim como com radares que compõem o sistema de monitoramento Europeu. Possui ainda um Sistema de detecção de descargas atmosféricas, semelhante ao Sidem implantado no Sul do Brasil com a participação da Epagri, Eletrosul, INPE, Celesc, Tractebel UFSC e financiado por estas instituições e pela Finep. O país da Comunidade Europeia conta ainda com uma rede de estações meteorológicas telemétricas. Além destas tecnologias semelhantes, a Hungria partilha tecnologias de ponta com países como a Alemanha, França e Suíça entre outros. 

Depois da permanência dos técnicos da Epagri/Ciram no Instituto Nacional Húngaro, virão os técnicos europeus à Florianópolis para participar das atividades técnicas científicas da Epagri/Ciram. “Dentre todos os Centros estaduais de hidrometeorologia e monitoramento ambiental brasileiros, Santa Catarina é um dos Estados que mais investe na infraestrutura e capacitação de seus técnicos”, destaca Edson Silva.

Fonte: EPAGRI/CIRAM

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS