quarta-feira, 20 outubro 2021
InícioGeralFormatura no 23º Batalhão de Infantaria incorporou 268 novos soldados

Formatura no 23º Batalhão de Infantaria incorporou 268 novos soldados

23 BI recrutas 01-03-16 (2)

 

Cobertura: Josiane Longhi e Marlise Cardoso Jensen

Por volta das 9h30min desta terça-feira (1/03/16), iniciou a cerimônia de formatura de Incorporação dos Soldados do Efetivo Variável do ano de 2016, quando 268 novos soldados serão incorporados às fileiras do Exército Brasileiro.

A formatura aconteceu no Pátio General Sampaio e contou com a presença de diversas autoridades, além de civis, a maioria parentes dos novos soldados. Nossa equipe registrou os melhores momentos, através da Josiane Longhi (fotos) e Marlise Cardoso Jensen, que entrevistou o comandante do 23º Batalhão de Infantaria, recém empossado em janeiro, Tenente Coronel Fernando Cesar Costa de Almeida.

23 BI recrutas 01-03-16 (43)OBlumenauense: Durante vários anos, essa cerimônia se repetiu em sua carreira. Qual a lembrança que o Sr. tem quando entrou no exército?

Tenente Coronel De Almeida: Isso já faz algum tempo, vamos ver se lembro [risos]. Eu incorporei para o exército em 1987, quando tinha 15 anos de idade. Esses momentos iniciais de apreensão que todo jovem passa, em não saber o que vai acontecer, são normais. Principalmente nessa fase em que eles estão chegando. Mas tudo que eu tenho hoje, devo ao exército. Então se pudesse voltar atrás, faria a mesma escolha.

OBlumenauense: O Brasil normalmente é um país pacífico, que se envolveu em poucos conflitos bélicos ao longo de sua história. Nesse momento, qual o Sr. vê o principal papel do soldado frente às forças armadas?

Tenente Coronel De Almeida: O militar do Exército, Marinha do Brasil e a Força Aérea do Brasil, tem que cumprir aquilo que está previsto na Constituição Federal. Nossas missões estão definidas, seja em qual época ou período for. É a defesa da pátria, manter a ordem, além de prestar apoio em ações subsidiárias. Aqui no Vale do Itajaí, em Blumenau especificamente, nós temos um histórico dessa simbiose do exército brasileiro com a população, prestando apoio às diversas catástrofes que aconteceram, em anos como 1983 e 2008.

OBlumenauense: No mês passado, o Sr. assumiu o comando do 23º BI. Quais os planos para Blumenau nesses dois anos que estará em nossa cidade?

Tenente Coronel De Almeida: Na verdade eu não tenho planos para Blumenau. Nós vamos dar continuidade ao processo iniciado pelos nossos antecessores, mas dentro do plano de gestão, queremos dar as melhores condições de trabalho aos nossos militares. Vivemos um momento difícil da economia e fazemos parte da administração pública federal. Isso deixa prejudicado nosso sonho em oferecer o melhor local de trabalho ao nosso militar. Mas isso não quer dizer que nós não vamos continuar trabalhando para perseguir os nossos planos até  encontrarmos alguma barreira intransponível. Enquanto forem transponíveis faremos de tudo para que se tornem possíveis.

 

No palanque, estiveram presentes o comandante do 23º Batalhão de Infantaria Tenente Coronel Fernando Cesar Costa de AlmeidaGeneral de Brigada R1 Ruy E. M. de Menezes, o militar da reserva mais antigo presente e que serviu no 23 BI de 1939 até 1950; Dra. Maria Cecília de Souza,  Juíza Conciliadora do Juizado Especial de Blumenau; Tenente Coronel da PM Claudete Lehmkuhl, comandante da 7ª Região de Polícia Militar de Blumenau; Capitão do Bombeiro Militar, Marcio Reinert representando o Tenente Coronel José Gamba Júnior, comandante do 3º Batalhão de Bombeiros Militar; o Suboficial Guilherme, representando o Capitão de Fragata Alekson B. de Souza, delegado da Capitania dos Portos de Itajaí, o vereador Roberto Tribess;  Avelino Lombardi, Vice-presidente da Associação Comercial Industrial de Blumenau-ACIB; Odilon Tadeu Dallacosta – Presidente da SAB 23; Carlos Norberto da Silva – Presidente da Associação de Oficiais da Reserva de Blumenau; Wagner Schnaider, representando o vereador Adriano Pereira.

Aliás vale registrar, que o comandante nos revelou na entrevista que acompanha o site OBlumenauense. Agradecemos a forma gentil que nossa equipe foi novamente recebida pelo 23º BI, como em todas coberturas que fizemos.

 

23 BI recrutas 01-03-16 (4)

23 BI recrutas 01-03-16 (5)

 

23 BI recrutas 01-03-16 (7)

23 BI recrutas 01-03-16 (8)

23 BI recrutas 01-03-16 (9)

23 BI recrutas 01-03-16 (10)

23 BI recrutas 01-03-16 (11)

23 BI recrutas 01-03-16 (12)

23 BI recrutas 01-03-16 (13)

23 BI recrutas 01-03-16 (14)

23 BI recrutas 01-03-16 (15)

23 BI recrutas 01-03-16 (16)

23 BI recrutas 01-03-16 (17)

23 BI recrutas 01-03-16 (18)

23 BI recrutas 01-03-16 (19)

23 BI recrutas 01-03-16 (20)

23 BI recrutas 01-03-16 (21)

23 BI recrutas 01-03-16 (22)

23 BI recrutas 01-03-16 (23)

23 BI recrutas 01-03-16 (24)

23 BI recrutas 01-03-16 (25)

23 BI recrutas 01-03-16 (26)

23 BI recrutas 01-03-16 (27)

23 BI recrutas 01-03-16 (28)

23 BI recrutas 01-03-16 (29)

23 BI recrutas 01-03-16 (30)

23 BI recrutas 01-03-16 (31)

23 BI recrutas 01-03-16 (32)

23 BI recrutas 01-03-16 (33)

23 BI recrutas 01-03-16 (34)

23 BI recrutas 01-03-16 (35)

23 BI recrutas 01-03-16 (36)

23 BI recrutas 01-03-16 (37)

23 BI recrutas 01-03-16 (38)

23 BI recrutas 01-03-16 (41)
Sentado, o General de Brigada R1 Ruy E. M. de Menezes, o militar da reserva mais antigo presente e que serviu no 23 BI de 1939 até 1950. Em pé, Suboficial Guilherme, representando o delegado da Capitania dos Portos de Itajaí.

 

23 BI recrutas 01-03-16 (39)

23 BI recrutas 01-03-16 (40)

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS