terça-feira, 19 outubro 2021
InícioEventosServidores fazem passeata de mordaça e mãos amarradas

Servidores fazem passeata de mordaça e mãos amarradas

DSCN0070

Fotos e texto: Luciano Bernz

Os servidores públicos municipais, organizaram uma passeata na tarde desta quinta (29), que percorreu as Ruas Amadeu da Luz, Sete de Setembro, Alameda Rio Branco e Rua XV de Novembro. Antes da saída, o Capitão Kleine da polícia militar disse aos dirigentes sindicais que a PM iria garantir o bom andamento da passeata.

DSCN9942

Os grevistas puseram mordaças pretas e alguns amarraram as mãos, percorrendo todo o trajeto em silêncio. O único som que se ouvia da manifestação era do carro de som que tocava músicas do período da ditadura. Segundo o Sintraseb, foi a forma de protestar contra a “judicialização e a criminalização do movimento”.

DSCN0065

Alguns servidores distribuíram um jornal informativo para a população durante a passeata. Na Rua XV de Novembro, nas imediações do Ed. Brasília e Teatro Carlos Gomes, os manifestantes sentaram na rua por alguns minutos. Logo em seguida, de pé, cantaram o Hino Nacional Brasileiro.

DSCN0255

A chegada na Praça da ex-Figueira foi festejada por todos. O líder sindical Sergio Bernardo, disse que não tinha palavras para descrever o movimento ordeiro e o apoio recebido da população por onde a manifestação passou.

DSCN0169

Ainda nesta quinta-feira, os servidores farão uma panfletagem nos terminais de ônibus, para pedir o apoio dos blumenauenses ao movimento de greve.

DSCN0273

Nesta sexta (30), os servidores voltam para a praça, com a expectativa do prefeito Napoleão Bernardes, retomar as negociações e apresentar uma proposta que atenda melhor às reivindicações e os servidores possam voltar aos seus postos de trabalho.

Veja a galeria de fotos da passeata.

Aguarde carregar as imagens por 10 segundos e elas passam de uma para outra automaticamente. Mas você pode usar as setas nas laterais para adiantar ou voltar uma foto.

Luciano Bernz
Responsável por toda a cobertura externa de OBlumenauense, sou nascido e criado em Blumenau. Trabalho há 25 anos com vendas, tendo passagem pela Rádio Blumenau e Rádio Clube de Itajaí, onde além de contato comercial, também fiz cobertura de festas e eventos.

MAIS LIDAS