segunda-feira, 24 janeiro 2022
InícioGeralSegunda fase da operação PM4Mil apreende grande quantidade de armas e drogas...

Segunda fase da operação PM4Mil apreende grande quantidade de armas e drogas em Santa Catarina

 

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) desencadeou na sexta-feira e sábado (13 e 14/7/18), em todo o Estado, a segunda fase da operação “PM4Mil”. A ação teve como objetivo reduzir a criminalidade, como homicídios, brigas, furtos, roubos e a violência contra mulheres, que estão ligados ao consumo de bebidas alcoólicas e uso de drogas.

Armas e drogas apreendidas

Nos dois dias de operação foram apreendidas 13 armas brancas, 29 de fogo e 393 munições. Além disso foi apreendido uma grande quantidade de drogas como maconha (1,19 toneladas processadas e 77 pés da planta), cocaína (21,41 Kg), ecstasy (722 comprimidos), entre outras conforme o gráfico.

 

A primeira fase aconteceu nos dia 7 e 8, e nos dois fins de semana foram mobilizados mais de 4.000 mil policiais militares em todo o Estado. A Polícia Militar intensificou o policiamento através de barreiras itinerantes, voltadas à Lei Seca, bem como a fiscalização de estabelecimentos comerciais, tipo bares, bailes e similares.

Fiscalização Lei Seca

Nos dois finais de semana de operações, foram realizadas 1.948 barreiras de fiscalização que resultaram na abordagem de 37.911 veículos, dos quais 1.242 foram removidos por irregularidades diversas e 707 documentos foram recolhidos. Foram realizados 3.314 testes de alcoolemia que resultaram em 123 autos de constatação de sinais de embriaguez e 221 pessoas foram presas/apreendidas.

Fiscalização estabelecimentos

Durante as duas fases da operação foram vistoriados 3.257 estabelecimentos, sendo que 351 não possuíam alvará de funcionamentos, 190 estavam com o alvará vencido e 136 não estavam respeitando o horário estipulado. Nesses locais, 22.398 pessoas foram abordadas e 88 presas/apreendidas por motivos diversos, como porte de drogas, armas e outros.

Confira alguns dados importantes:

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS