quinta-feira, 21 outubro 2021
InícioSaúdeCoronavírusSC só tinha um leito COVID SUS adulto disponível até às 11h09...

SC só tinha um leito COVID SUS adulto disponível até às 11h09 desta quarta (3/03)

A taxa de ocupação chegou a 99,88% em todo o estado.

O único leito COVID SUS adulto disponível em toda Santa Catarina até às 11h09 desta quarta-feira (3/03/21), estava no Hospital Bom Jesus, de Ituporanga, no Alto Vale do Itajaí. É bem provável que no período da tarde já estivesse ocupado.

Situação dos leitos de UTI COVID SUS no Médio e Alto Vale do Itajaí no dia 3 de março de 2021.

Todas as unidades hospitalares que fazem parte das macrorregiões do Estado, não tinham condições de receber nenhum paciente infectado com o coronavírus.

No Médio e Alto Vale do Itajaí, os hospitais de Blumenau (Santa Isabel e Santo Antônio), Gaspar (Nossa Senhora do Perpétuo Socorro), Indaial (Beatriz Ramos), Timbó (OASE), Rio do Sul (Regional do Alto Vale), Ibirama (Doutor Waldomiro Colautti), Brusque (Azambuja), atingiram sua capacidade total de atendimento nos leitos COVID SUS adultos.

O mesmo aconteceu na macrorregião da Foz do Rio Itajaí nos hospitais de Itajaí (Marieta Konder Bornhausen) e Balneário Camboriú (Ruth Cardoso).

LEITOS DE ENFERMARIAS COVID SUS

Já nos leitos de enfermarias COVID do Vale do Itajaí, ainda havia 104 leitos disponíveis, ou seja, 62,86% estavam ocupados. A taxa de ocupação em todo estado era de 67,31%, ou seja, dos 2.071 ativos, 1.394 estavam com pacientes. Ainda havia vagas para 667 pessoas que não passam pela situação mais grave causada pelo coronavírus SARS-COV-2.

Os dados foram atualizados na tabela leito SUS dos hospitais de Santa Catarina. Até ontem (2), 133 pessoas aguardavam por uma vaga na UTI.

EDITAL PARA CONTRATAR LEITOS DE UTI COVID NA ÁREA PRIVADA

O Governo de Santa Catarina lançou um edital para contratar leitos pediátricos e adultos em unidades de saúde privadas. O objetivo é ampliar a oferta de uma forma mais rápida.

A contratação será em forma de diárias em unidades hospitalares que ofereçam assistência médica multiprofissional, em caráter ininterrupto, com equipamentos específicos próprios, recursos humanos especializados. Além de acesso a outras tecnologias com finalidade diagnóstica e terapêutica a pacientes da rede pública de Saúde, atendidos pelo SUS.

Não há limite mínimo ou máximo para as contratações, que serão reguladas pela Secretaria de Estado da Saúde, mediante disponibilidade hospitalar e necessidade de encaminhamento de pacientes.

DESAFIO DOS LEITOS DE UTIS DE GUERRA

Muitas pessoas perguntam sobre os Leitos de UTIs de Guerra. Segundo a prefeitura de Blumenau, nesse momento há 180 vagas abertas para profissionais na área de saúde, porque muitos não aguentaram a rotinha puxada aos quais tem se submetido.

Não basta ter a estrutura física, como equipamentos ou leitos sem os profissionais qualificados para atuar. É importante lembrar também, que leitos de guerra não possuem locais fixos para instalação, como os demais. Eles já foram até montados em centros cirúrgicos, o que pode vir a acontecer novamente.

O colapso na área da saúde já se instalou em Santa Catarina e todo país. Mas tem algo que está ao nosso alcance: não aglomerar, ficar o máximo possível em casa, usar máscara, higiene nas mãos e distanciamento social. Enquanto alguns continuarem a desprezar as recomendações, os casos de Covid-19 vão tirar vidas e paralisar ainda mais a economia.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS