sábado, 4 dezembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusSanta Catarina tem 163 casos confirmados de Covid-19, um aumento de 9%

Santa Catarina tem 163 casos confirmados de Covid-19, um aumento de 9%

 

 

 

 

O governador Carlos Moisés informou no final da tarde desta sexta-feira (27/03/20) os novos números de infectados por Covid-19 em Santa Catarina. A taxa de aumento em relação a ontem (26) foi de 9%, considerada a menor evolução desde o dia 19 março.

Agora o estado tem 163 casos de coronavírus confirmados e 325 suspeitos. Segundo cálculos parciais, o prejuízo estimado com a parada da economia pode chegar a R$ 1 bilhão de reais.

Questionado sobre não liberar o transporte coletivo e sim várias atividades comerciais, Moisés disse que não foi uma decisão fácil, mas necessária para evitar o avanço da doença. As regras irão limitar a aglomeração de pessoas e lembrou que a quarentena continua e se necessário, poderão ser tomadas novas restrições.

Os pacientes com diagnóstico positivo para a doença estão distribuídos em todas as regiões do estado. No total, são 33 municípios catarinenses com casos confirmados: Antônio Carlos (1), Balneário Arroio do Silva (1), Balneário Camboriú (9), Blumenau (12), Braço do Norte (9), Camboriú (4), Canelinha (1), Chapecó (4), Criciúma (12), Florianópolis (27), Gaspar (1), Gravatal (3), Içara (1), Imbituba (5), Itajaí (18), Itapema (1), Jaguaruna (2), Jaraguá do Sul (2), Joinville (8), Lages (1), Laguna (1), Navegantes (3), Pomerode (1), Porto Belo (3), Rancho Queimado (2), São José (8), São Lourenço do Oeste (1), São Ludgero (1), São Pedro de Alcântara (1), Siderópolis (2), Tijucas (1), Timbé do Sul (1) e Tubarão (8). Além disso, há cinco casos de residentes em outros estados e três de outros países.

O governador explicou que a partir de agora não serão divulgados os casos suspeitos da doença no estado, pois não correspondem à realidade. “Em relação aos casos suspeitos, não temos grande progressão, mas entendemos que a métrica não faz muito sentido em divulgar neste momento. Os exames estão restritos aos que procuram as unidades de saúde com alguns sintomas e não vão corresponder efetivamente a todos os casos que estão circulando. O resultado é mais baixo que a realidade”, ressaltou.

Carlos Moisés reiterou ainda que a orientação do Estado segue a mesma, que as pessoas fiquem em casa. “O contágio é inevitável, o que precisamos fazer é melhorar a estrutura da saúde, nos prepararmos para enfrentar a crise e mudar os hábitos para que o impacto seja o menor possível. E uma das ferramentas que temos é o isolamento social”, destacou.

O secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, acrescentou que o Estado irá contar com mais 713 leitos de UTI. “Desde o início estamos provocando o aumento de leitos em Santa Catarina e com isso iremos dobrar a capacidade instalada em unidades de terapia intensiva para atender a população”.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS