segunda-feira, 25 outubro 2021
InícioEconomiaSanta Catarina pode receber missão alemã em novembro

Santa Catarina pode receber missão alemã em novembro

Foto: Rafael Paulo/SAI
Foto: Rafael Paulo/SAI

 

No último dia da missão do Governo do Estado à Alemanha, os catarinenses visitaram instituições no estado de Baden-Wuttenberg. A sexta-feira (21/10/16), começou com uma reunião no Ministério da Economia, do Trabalho e Habitação daquele estado, localizado na cidade de Stuttgart. Durante o encontro, o grupo iniciou as conversas para uma missão dos alemães a Santa Catarina.

“Nosso objetivo com este encontro é justamente encontrar caminhos para nos aproximarmos de Baden-Wuttenberg, identificando áreas econômicas e de cooperação de interesses mútuos”, disse o secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond.

O Ministério da Economia planeja uma missão ao Brasil em novembro deste ano. O secretário Virmond apresentou o interesse de Santa Catarina em fazer parte do roteiro com a organização, em Joinville, de um seminário para a delegação de Baden-Wittenberg na ocasião da missão, no final de novembro.

Os catarinense foram recebidos pelo diretor ministerial, Hubert Wicker, e pelo diplomata em economia internacional e comércio exterior para a América Latina do Ministério, Ewald Stirnet. Segundo o diplomata, delegação abriu portas. “Quando temos pontos de partida concretos é bem mais fácil entramos em contato com as empresas”, disse.

Judiciário

A ministra do Segundo Senado Tribunal Constitucional Federal da Alemanha, Sibylle Kessal-Wuff, recebeu a delegação ainda na manhã de sexta-feira para uma explicação do funcionamento do sistema judiciário Alemanha. Kessal-Wuff é uma dos 16 ministros do Tribunal Constitucional Federal, que não fica sediado em Berlim, mas em Karlsruhe, em Baden-Württemberg. Segundo a ministra, a localização ajuda os ministros a terem distância do centro do poder para reduzir possíveis interferência políticas.

Além do secretário Virmond, as visitas tiveram a participação do procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Sandro José Neis, e do subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais do MPSC, Fábio de Souza Trajano.

A delegação foi recebida, no final do dia, pelo preside no banco Sparkasse Kraichgau, Norbert Griesshaber, e pela prefeita de Bruchsal, em Baden-Württemberg, Cornelia Petzold-Schick.

Os catarinenses conheceram o sistema de bancos descentralizados da Alemanha, do qual o Sparkasse Kraichgau faz parte. A gestão e carteira de clientes deste bancos são locais, tendo cidades ou distritos como acionistas. No caso do Sparkasse Kraichgau, são 23 cidades. A rede Sparkasse-Finanzgruppe conta com mais de 400 bancos com o mesmo modelo. “Bancos como estes são para cidadãos comuns, que garantem o sistema”, explicou Griesshaber.

Por Rafael Paulo, da Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS