sexta-feira, 24 setembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusSanta Catarina estuda compra direta de vacinas para agilizar imunização no Estado

Santa Catarina estuda compra direta de vacinas para agilizar imunização no Estado

Atualmente, todas as doses vem direto do governo federal, através do Ministério da Saúde.

O governador Carlos Moisés determinou o início de tratativas para a compra direta de vacinas contra a Covid-19 do Instituto Butantan, em São Paulo. A expectativa do governo catarinense é viabilizar a aquisição de doses suficientes para atender à necessidade do Estado.

Por ordem do governador, R$ 300 milhões estão reservados exclusivamente para a compra de vacinas assim que a transação se torne possível. Atualmente, a prerrogativa de aquisição das doses é do Governo Federal.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, reafirmou o compromisso com Plano Nacional de Imunização (PNI):

“Santa Catarina segue alinhada ao Governo Federal na questão do Plano Nacional de Imunização e da necessidade da União em comprar insumos. Neste caso específico, como se trata de uma produção nacional e existe essa possibilidade de aquisição, manifestamos nosso interesse”, disse o secretário.

O secretário destacou ainda que a Superintendência de Vigilância Epidemiológica já está providenciando um estudo para essa aquisição da vacina.

“Já estamos realizando esse cálculo de quantitativo de doses para que possamos, assim, imunizar toda a população catarinense apta a receber a vacina a partir da aquisição”, afirmou.

Santa Catarina vem ampliando o ritmo de imunização da população. Na comparação dos últimos sete dias, o aumento foi de 75%. Já foram aplicadas cerca de 2,5 milhões de vacinas no Estado, entre primeira e segunda dose.

Fonte: Governo de SC

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS