quarta-feira, 22 setembro 2021
InícioEsporteSaiba quais atletas de Blumenau vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio

Saiba quais atletas de Blumenau vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio

O Brasil terá 302 atletas na competição divididos em 35 modalidades, segundo o Comitê Olímpico do Brasil (COB). O maior evento esportivo do mundo inicia nesta sexta-feira (23/07).

Os Jogos Olímpicos de Tóquio começam oficialmente nesta sexta-feira (23/07/21), com a cerimônia de abertura. O Brasil terá 302 atletas na competição divididos em 35 modalidades, segundo o Comitê Olímpico do Brasil (COB). Entre eles estão seis atletas que além de representar o país, também vão levar o nome de Blumenau para o mundo.

Os atletas Matheus Gabriel de Liz Corrêa, na Marcha Atlética, Eduarda Amorim e Rudolph Hackbarth no Handebol são nascidos em Blumenau. Completam o time os representantes do atletismo da Associação Atletismo de Blumenau (AABlu) e da Secretaria Municipal do Esporte (SME), Felipe Vinícius dos Santos, do Decatlo, Anderson Henriques e Pedro Luiz Burmann de Oliveira, do Revezamento 4 x 400 misto. O preparador físico da Seleção Feminina de Handebol, Fausto Steinwandter, também representa a cidade no maior evento esportivo do planeta.

Blumenau tem história e forte tradição esportiva em Santa Catarina e no Brasil. Exemplo disso são as diversas modalidades coletivas que hoje representam a cidade nas ligas nacionais, assim como as individuais que participam das competições em nível nacional e internacional. Para o secretário do Esporte, Ricardo Echelmeier, este desempenho é resultado do trabalho feito pela Prefeitura Municipal de Blumenau em parceria com as Associações das Modalidades.

O secretário ressalta que tudo isso tem seu principio com o trabalho do Programa de Iniciação Esportiva desenvolvido dentro das escolas, bairros, associações e clubes em Blumenau. “Desta forma que as crianças e adolescentes despertam o gosto pela prática esportiva e onde são descobertos os talentos no esporte, que na sequência dão continuidade nos treinamentos por meio do trabalho de formação. A convocação de técnicos e atletas blumenauenses no decorrer da história das Olimpíadas ratifica a importância do trabalho esportivo realizado na cidade”, completa.

Rudolph Hackbarth, Eduarda Amorim e Matheus Gabriel de Liz Corrêa são exemplos da importância do trabalho de iniciação esportiva desenvolvido pelo Município, pois eles no início da formação participaram do programa, inclusive disputaram os Jogos Estudantis da Primavera de Blumenau. “A convocação de todo esse time olímpico, certamente fortalece e estimula ainda mais a inserção e participação de crianças e adolescentes nas escolinhas, possibilitando assim, a disseminação dos valores do esporte, incluindo, oportunizando, formando cidadãos e se for o destino, novos atletas olímpicos,” destaca Echelmeier.

Veja a lista dos representantes de Blumenau na Olimpíada de Tóquio:

 

Rudolph Hackbarth (Handebol Masculino)

Rudolph conquistou vaga para a Olimpíada de Tóquio com a Seleção Brasileira de Handebol em março, na disputa de um quadrangular do Pré-Olímpico. O blumenauense, que atua no Club Balonmano Huesca, da Espanha, foi apresentado ao handebol em um dos polos de iniciação esportiva da Secretaria Municipal do Esporte (SME), quando estudava na Escola Básica Municipal Machado de Assis. Enquanto ainda jogava em Blumenau, Rudolph disputou três Jogos Pan-Americanos e dois mundiais pela categoria de base. Esta será a primeira vez que o atleta disputa uma Olimpíada.

“Estou muito feliz por ter sido convocado. Este é um sonho de todo atleta, um objetivo que eu sempre tive. Nossa expectativa agora é tentar classificar em um grupo muito difícil. Depois disso nas próximas fases tentar o nosso objetivo que é a medalha”, diz Rudolph.

 

Eduarda “Duda” Amorim (Handebol Feminino)

Nascida em Blumenau, a atleta de 34 anos começou a jogar handebol na Escola Barão do Rio Branco, aos 11 anos. Foi incentivada pela irmã mais velha, Ana Amorim, ex-integrante da Seleção Brasileira da mesma modalidade. Duda que vai para a quarta Olimpíada já foi campeã mundial pelo Brasil em 2013 e tetracampeã dos jogos Pan-Americanos. Ela foi escolhida como a melhor jogadora do mundo da década (2011/2020).

“Estamos bem ansiosas, muitas estão na sua primeira olimpíada. Eu estou indo pro quarto e me sinto privilegiada. E mesmo com essa situação mundial, temos sorte de poder jogar mais uma olimpíada. Pro Brasil, estamos num grupo difícil. Acredito que se a gente classificar já é um grande sucesso. Vamos concentrar jogo a jogo. Deixo um abraço pra Blumenau e peço a torcida de todos! Raça Brasil”, diz Duda.

 

Matheus Gabriel de Liz Corrêa (Marcha Atlética)

Atleta tem 22 anos e alcançou a marca de 1h20min49seg na prova de marcha atlética 20Km no Torneio Cidade de Bragança Paulista, em São Paulo, com este resultado, atingiu o índice de 1h21min dos Jogos Olímpicos de Tóquio na marcha atlética 20km. Ele deu os primeiros passos no esporte no Programa de Iniciação Esportiva em 2012 e um ano depois conquistou o brasileiro mirim da modalidade, com o recorde de tempo da prova. Esta será a primeira participação do atleta em uma Olimpíada.

 

Felipe Vinícius dos Santos (Decatlo)

O atleta da Associação Atletismo de Blumenau (AABlu), conquistou uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio durante o Troféu Brasil de Atletismo 2020, disputado no ano passado em São Paulo. O atleta de Blumenau alcançou o índice vencendo a modalidade decatlo, no torneio mais importante da América Latina. Ele venceu o decatlo, conjunto de 10 provas, com 8.364 pontos, superando o índice de 8.350 pontos e garantindo qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2021. O atleta de 26 anos já conquistou duas vezes a primeira colocação em Campeonatos ibero-americanos, além de um Pan-Americano e vai disputar a primeira Olimpíada.

 

Anderson Henriques (Atletismo Revezamento 4 x 400 misto)

Anderson Henriques é um dos convocados que compõem a equipe de atletismo do Brasil em Tóquio, Ele participou de várias edições de Campeonatos Mundiais e Conquistou a medalha de prata na Universíade de Kazan, em 2013. No Mundial de Revezamento, em Chorzow, na Polônia, o representante de Blumenau, ao lado de outros três brasileiros, levou a inédita medalha de prata no 4x400m misto, modalidade que estreia nos jogos de Tóquio.

 

Pedro Luiz Burmann de Oliveira (Atletismo Revezamento 4 x 400 misto)

Pedro, de 29 anos, já representou o Brasil em diversas competições, com destaque para os Campeonatos Mundiais de Atletismo de 2013 e 2015, além da Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016. No Rio conquistou a oitava colocação com a equipe do revezamento 4 x 400 metros. Na segunda Olimpíada que disputa terá o amigo Anderson Henriques como companheiro de pista no revezamento 4x400m misto.

Fausto Steinwandter (preparador físico do Handebol Feminino)

Fausto Steinwandter volta a participar de uma Olimpíada após 25 anos. O preparador físico de 54 anos esteve na Olimpíada de Atlanta, nos Estados Unidos, mas como atleta. Ele fez parte da equipe brasileira que conquistou a 11° lugar nos Jogos. Agora, Fausto fará parte da comissão técnica da equipe de handebol feminino, como preparador físico.

Assessor de Comunicação: Adriano Lins

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS