segunda-feira, 24 janeiro 2022
InícioEventosRock na Rua supera as expectativas na tarde deste domingo (22)

Rock na Rua supera as expectativas na tarde deste domingo (22)

Rock-Rua_22-5-16_07
Momentos antes de iniciar no Ahoy.

 

Fotos: Alcione Alvim da Silva | Texto: Claus Jensen

O clima deste domingo (22/5/16) em nada colaborou para o sucesso de mais uma edição do Rock na Rua. Só há algo que realmente motivaria sair em um dia chuvoso, para passar várias horas em um ambiente fechado: Rock’n Roll. Mais de mil pessoas passaram pelo Ahoy Taver Club onde aconteceu o evento. A programação inicial era realizar no estacionamento, mas a previsão de chuva já na quinta-feira, transferiu para dentro das dependências da casa noturna.

Mesmo assim, faltou lugar para estacionar. Carros aproveitavam o estacionamento das Casas da Água, para participar do evento. Na calçada, uma fila aguardava sua vez de entrar, lembrando que o evento era gratuito. A organização estima que mais de mil pessoas tenham passado no local.

 

Rock-Rua_22-5-16_03

 

A programação contou com a apresentação das bandas Pobre Tom (14h), Hantonio Phagundes (15h), Meu Amigo Jack (16h), SuperNova Jam (17), Dona Neves (18h), Older Jack (19h) e encerrando com Havana Hookers (20). Uma das bandas que tinha confirmada participação não se apresentou, por questões de saúde, conforme a organização.

Durante o evento, teve serviço de alimentação com os food trucks Clube do Pastel Paulista, Locomotiva Burger e Maria Paleta.A realização do Rock na Rua é da Prefeitura Municipal de Blumenau, por meio da Assessoria de Assuntos para Juventude, com apoio de Digi Studio, Barba Ruiva Produções e Ahoy Tavern Club.

 

Rock-Rua_22-5-16_01

 

O evento também foi o último promovido pelo atual assessor de assuntos para juventude, nosso colaborador João Paulo Taumaturgo, que sai da prefeitura no final deste mês. Nesta entrevista, você saberá porque e qual a avaliação dele deste evento.

OBlumenauense: Neste domingo, em função da chuva, foi a primeira vez que o Rock na Rua ocorreu em um ambiente interno. Como foi o evento?

Rock-Rua_22-5-16_04João Paulo Taumaturgo: O evento foi um sucesso, mesmo sem o uso de propaganda paga, apenas divulgação pela internet, através da mídia espontânea. É uma pena que não possa ter acontecido na rua como é o tradicional, mas o público compareceu.

Foram mais de mil pessoas contabilizadas pela entrada do evento. Isso, porque que cada uma recebeu a pulseira de identificação. Só de pulseiras foram mais de 900,  sem contar os integrantes das bandas e a grande quantidade de menores de idade, que não recebem, já que não podiam consumir bebida alcoólica.

Das 8 bandas confirmadas, apenas a Rock Lord não pode comparecer, devido a problemas de saúde do vocalista. O público mostrou sintonia com o evento, já que muitas das bandas eram esperadas, o que ficava registrado quando subiam ao palco.

OBlumenauense: Esse Rock na Rua também marcou o último frente a Assessoria da Juventude. Muitas pessoas querer saber: porque você está deixando o cargo?

João Paulo Taumaturgo: Pretendo participar do processo eleitoral como candidato a vereador, o que exige que me desligue de cargos públicos 90 dias antes do pleito eleitoral. Por isso foi o último Rock na Rua que eu participo como assessor de assuntos para juventude da prefeitura de Blumenau. A confirmação da candidatura só ficará definida após a convenção partidária.

OBlumenauense: O que mais marcou seu trabalho frente à assessoria?

João Paulo Taumaturgo: Foi a possibilidade de dialogar como as mais diferentes alas jovens do município. Percebí o quantos esses diferentes segmentos da juventude são organizados, se reúnem regularmente e realizam eventos de grande valia para o município.

Posso destacar o Rotaract, movimentos estudantis, coletivos urbanos com muitos jovens engajados, como Minha Blumenau e o 100Em1Dia. Tem muita coisa acontecendo e o jovem sendo protagonista, entra dentro daquela política do Estatuto Nacional da Juventude. Lá diz que o jovem busque sua emancipação, agindo e falando por si. Isso foi bem perceptível no terceiro setor e na juventude blumenauense.

OBlumenauense: O jovem sempre é visto como a esperança do futuro. De que forma você acredita que pode colaborar para mudar a política neste país?

João Paulo Taumaturgo: Esse conceito se deve ao fato do jovem ser visto como aquele que pode fazer diferente daqueles que já estão no poder. Na minha opinião ele pode mudar o futuro, participando de forma mais ativa da política, colocando seu nome a disposição para uma eleição, ou apoiando candidatos sérios que ele confie.

Outra forma de mudar o país, é o jovem estudar e se capacitar, já que hoje é muito mais fácil ingressar na universidade. O momento político que vivemos hoje, fez com que muitos jovens se engajassem, seja de um lado e do outro, defendendo seus ideais.

 

Estacionamento vazio, antes antes do evento iniciar.
Estacionamento vazio, antes antes do evento iniciar. Mais tarde estava totalmente cheio de veículos.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS