sexta-feira, 26 novembro 2021
InícioGeralRegistrado o primeiro caso de dengue contraído em Santa Catarina em 2014

Registrado o primeiro caso de dengue contraído em Santa Catarina em 2014

dengue-tubo-ensaio-01

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) confirmou o primeiro caso de dengue contraído dentro do próprio Estado neste ano. O paciente é um adolescente de 14 anos, residente em Itajaí. A confirmação do diagnóstico ocorreu no dia 22 de julho. Além desse, até o momento, foram confirmados 50 casos, todos importados, segundo os registros da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

De janeiro até julho, foram identificados 94 focos do Aedes aegypti em Itajaí, sendo 84 localizados no bairro Cordeiro, onde o adolescente estuda. De acordo com a gerente de Vigilância de Zoonoses e Entomologia, Suzana Zeccer, a Secretaria de Saúde do município está tomando medidas para prevenir novos casos e controlar os focos do mosquito, com a implantação de unidades sentinela de detecção precoce de casos e orientação à população sobre procedimentos de limpeza e cuidados básicos com o objetivo de evitar a proliferação dos mosquitos transmissores.

Até julho de 2014 foram identificados 4.172 focos de Aedes aegypti em todo o Estado, o que representa um aumento de 90% em comparação com o mesmo período de 2013, quando foram localizados 2.198 focos.

A coordenadora do Programa Estadual de Combate à Dengue, Eida França, reforça que a população deve estar atenta às medidas de prevenção para evitar que novos focos do mosquito surjam. “É importante não deixar desprotegidos recipientes que possam acumular água”, explica a coordenadora.

Municípios com o maior número de focos

  1. Chapecó – 2075
  2. São Miguel do Oeste – 445
  3. Balneário Camboriú – 209
  4. Xanxerê – 176
  5. Itapema – 165
  6. Xaxim – 160
  7. Joinville – 159
  8. Itajaí – 94
  9. Pinhalzinho – 84
  10. Florianópolis – 55

O que é Dengue

É uma doença infecciosa febril causada por um arbovírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Ela é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectado pelo vírus. Os sintomas são febre, dores de cabeça, musculares e articulares, dor atrás dos olhos (dor retro-orbital), podendo ocorrer manchas vermelhas na pele.

Pessoas que estiveram nos últimos 14 dias numa cidade com presença do Aedes aegypti ou com transmissão da dengue e apresentar os sintomas citados, devem procurar uma unidade de saúde para avaliação.

Orientações

  • Coloque areia nos pratos das plantas;
  • Guarde garrafas com gargalo para baixo
  • Mantenha lixeiras tampadas;
  • Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados e sem nenhuma abertura;
  • Remova duas vezes por semana a água acumulada em folhas de plantas, como as bromélias;
  • Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;
  • Mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • Retire água acumulada em lajes;
  • Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;
  • Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue.

Texto: Ana Paula Bandeira  | Secretaria de Estado de Saúde/SC

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS