domingo, 9 maio 2021
Início Geral R$ 23,2 milhões foi a menor proposta na licitação para construção da...

R$ 23,2 milhões foi a menor proposta na licitação para construção da Ponte Norte-Sul

 

 

 

Fotos: Michele Lamin

As propostas das 15 empresas habilitadas para participar da licitação de construção da Ponte Corredor Norte-Sul foram conhecidas nesta quarta-feira (20/02/19), no Salão Nobre da Prefeitura. A Salver Construtora e Incorporadora LTDA apresentou o valor mais baixo – cerca de R$ 23 milhões – para a execução da obra.

A partir de agora, as planilhas que compõem o valor serão analisadas pela Secretaria de Infraestrutura Urbana, para verificar a compatibilidade. Depois disso, é definida a ata e abre-se oportunidade para recurso.

Confira as propostas

  • Salver Construtora e Incorporadora LTDA – R$ 23.222.222,22
  • Consórcio CSO-Serra da Prata – R$ 24.889.757,67
  • Vereda Engenharia LTDA – R$ 28.417.977,50
  • Cetenco Engenharia S.A – R$ 28.548.790,79
  • Construtora Cidade LTDA – R$ 28.974.998,13
  • Arteleste Construções LTDA – R$ 30.821.429,72
  • Consórcio Pelotense/Traçado – R$ 30.907.632,19
  • Construtora A Gaspar S/A – R$ 31.150.460,33
  • Consórcio Premag-Seel – R$ 31.864.810,07
  • Planaterra Terraplanagem e Pavimentação LTDA – R$ 32.320.674,79
  • Setep Construções S.A – R$ 33.040.370,00
  • Legnet Engenharia LTDA – R$ 33.558.241,62
  • Engendal Construtora de Obras LTDA – R$ 33.977.580,61
  • Construtora Stein LTDA – R$ 34.502.839,91
    Cejen Engenharia LTDA – R$ 38.948.649,08

Representantes de cinco das organizações compareceram para acompanhar o processo e assinar a ata. Além disso, o Observatório Social de Blumenau foi representado por Carlos Roberto Pakuczewsky.

 

 

A ponte

Segundo o projeto, a ponte terá cerca de 184 metros e fará a ligação entre a Rua Itajaí, no Vorstadt, e a Rua Paraguay, na Ponta Aguda, passando sobre o Rio Itajaí-Açú. A obra contará com corredor de ônibus, passeios e faixas para ciclistas.

Fonte: Prefeitura de Blumenau

 

 

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS