quinta-feira, 28 outubro 2021
InícioGeralProjeto do Ministério da saúde promove parceria entre hospitais de Blumenau e...

Projeto do Ministério da saúde promove parceria entre hospitais de Blumenau e São Paulo

 

 

 

Foto Divulgação: Lorena Borba | Assessoria de Comunicação Hospital Santo Antônio

 

No dia 6 de janeiro, o Hospital Santo Antônio iniciou uma importante parceria para 2020. A data, marcou a participação da instituição no PROADI SUS – Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde, uma iniciativa do Ministério da Saúde.

O objetivo é promover o desenvolvimento e melhorias com o apoio dos hospitais de excelência no Brasil, como é o caso do Hospital Israelita Albert Einstein de São Paulo (SP).  Pela proposta são definidos temas, elencadas prioridades da saúde no país e os 5 hospitais parceiros desenvolvem projetos com base em suas expertises a fim de proporcionar melhorias para hospitais que atendem pelo SUS.

O Hospital Santo Antônio foi contemplado para participar e colocar em prática o projeto de “Operacionalização do Processo de Alta” com a consultoria do Hospital Israelita Albert Einstein. A unidade de Blumenau atendeu diversos critérios que o SUS pontua para que os hospitais sejam elegíveis como: maior percentual dos atendimentos pelo SUS, número de leitos, capacidade de atendimento, taxa de resolutividade junto à população, dentre outros.

Após a aprovação da instituição, os consultores internos do Hospital Israelita Albert Einstein realizaram um levantamento dos números, indicadores e realizaram o diagnóstico preliminar a distância. Em seguida a consultora externa Maria Christina Hunka ficou em Blumenau durante três semanas consecutivas, iniciando a implementação do projeto. Segundo a assessoria de imprensa do Santo Antônio, a profissional ficou bem impressionada com o que viu.

A fase posterior serão visitas mensais para acompanhar e monitorar os dados, que serão atualizados a distância até dezembro desse ano. O projeto tem duração de 1 ano e os resultados precisam ser repassados para o Ministério da Saúde, tanto os números obtidos quanto a evolução da meta escalonada.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS