terça-feira, 30 novembro 2021
InícioEconomiaProdutos que resistem ao tempo incorporam o mix de empresas catarinenses

Produtos que resistem ao tempo incorporam o mix de empresas catarinenses

Hemmer, Calesita Brinquedos e Blumenau Iluminação contam com artigos que se tornaram clássicos das companhias e permanecem com os mesmos formatos há décadas. Luminárias, conservas e artigos infantis foram responsáveis pelo reconhecimento nacional.

Texto: Sabrina Hoffmann

O crescimento e o sucesso de uma empresa estão diretamente ligados aos produtos que ela produz. E quando se trata de acertar a mão e criar uma identidade baseada naquilo que se oferece ao mercado, muitos empresários de Santa Catarina dão uma verdadeira aula. Prova disso é ver que mesmo depois de décadas e até um século de história, peças clássicas do portfólio continuam alcançando bons resultados nas vendas e são sinônimos de qualidade.

Hemmer-Pepino-Salmoura

A centenária Hemmer é um exemplo de que um mesmo sabor pode conquistar o paladar de várias gerações. A companhia especializada em conservas e molhos foi fundada em março de 1915 e desde então o chucrute e o pepino em salmoura é ofertado. As iguarias foram o start para que o imigrante Heinrich Hemmer criasse a companhia. A sobra da lavoura do fundador deu origem ao primeiro produto e hoje a iguaria é um clássico da empresa.

Calesita-brinquedo

E é também na cozinha que está um dos clássicos da Calesita Brinquedos, de Pomerode (SC). Fundada em 1999, a empresa vende para todo o Brasil e desde a fundação vê as vendas da Riva Chef alcançarem números otimistas. “A nossa cozinha é um clássico. Se antes ela era um item essencialmente feminino, hoje, com a diferença de gêneros cada vez maior e a onda gourmet levando os adultos para o fogão, a peça conquista também os meninos.

As crianças veem os pais cozinhando e querem participar também”, explica Nadia Vacinaletti, do setor de marketing da empresa. O brinquedo vem com pia, fogão e forno micro-ondas e é indicado para crianças a partir de três anos.

Clássico e cultural

Em Blumenau (SC) a cultura germânica e os traços coloniais permanecem vivos até hoje. Há 36 anos, quando foi fundada pelo empresário Orlando Zeno Pamplona, essas características foram a principal aposta para o lançamento do primeiro produto da então Luminárias Blumenau: a linha Colonial. Arandelas, pendentes e postes para jardim foram aos poucos conquistando espaço no Brasil e na América Latina. Até hoje as peças continuam fazendo sucesso e se tornaram sinônimo de qualidade.

Luminaria-colonial

“Quando os representantes falam que são da Blumenau, muitos empresários já associam a marca da empresa à qualidade da primeira linha de produtos. Hoje contamos com um mix de mais de 800 itens, com peças modernas, como o LED. Mas o reconhecimento que obtivemos com as coloniais e o sucesso que elas fazem até hoje é inegável”, conta o diretor superintendente da companhia Renato Medeiros. O primeiro produto da Blumenau conta hoje com uma produção mensal de 18 mil peças.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS