terça-feira, 18 janeiro 2022
InícioGeralProcurador Dallagnol, que trabalha com Moro, fez palestra em Santa Catarina

Procurador Dallagnol, que trabalha com Moro, fez palestra em Santa Catarina

Por Andréa Leonora, Editora Coluna Pelo Estado

 

Unidos contra a corrupção.org.br

O procurador Deltan Dallagnol, que trabalha com o juiz Sérgio Moro na operação Lava-jato, fez uma rápida palestra, na manhã dessa sexta-feira (28/09/18), na primeira reunião de diretoria da Federação das Indústrias (Fiesc) sob a coordenação do novo presidente da entidade, Mario Cezar de Aguiar. Dallagnol foi aplaudido longamente e de pé pelos diretores da Fiesc logo depois da palestra Diagnóstico e o Tratamento da Corrupção no Brasil e do apelo para que todos venham a aderir ao movimento Unidos contra a corrupção.

 

Foto: Fernando Wiladino | Fiesc

 

Ele falou que as pessoas que ocupam altos cargos públicos se corrompem porque foram colocadas naquela posição por partidos políticos ou por políticos. E citou um caso de um dos presos da operação que chegou a acumular R$ 300 milhões. Parte do valor financiou campanhas políticas, confirmando o que estudos já mostram: a correlação entre propina e sucesso nas eleições, o que implica na permanência daquelas mesmas pessoas no poder. Outra consequência comprovada cientificamente é que quanto maior o índice de desvio de recursos públicos, menor é o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “É preciso mudar o ambiente político do país. Caso contrário, só teremos a mudança de rostos de corruptos. Se a gente quer um país melhor, não tem outro jeito se não enfrentar de vez esse problema. Não adianta passar por todo o tumulto que foi a Lava-jato e não dar passos para frente”, provocou.

 

 

Foto: Andrea Leonora

Indefinição

Ao conversar com a Coluna Pelo Estado depois da primeira reunião de diretoria da Fiesc que presidiu, Mario Cezar de Aguiar (E) falou da importância da participação não só do procurador Dallagnol (D), mas também do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC), desembargador Ricardo Roesler, e do cientista político Murillo Aragão, articulista do Estadão e da Globo News.

“Foi uma reunião bastante rica e bastante presente pelo atual momento. Estamos muito próximos de uma eleição que pode modificar rumos. A indefinição ainda é muito grande e uma das lições é que o setor produtivo precisa se posicionar mais firmemente em defesa das nossas demandas”, disse. Aguiar disse estar preocupado com a polarização do país. “Convergir as ações para que o país tome o rumo adequado é essencial”, completou, ao lamentar que as incertezas sobre o futuro do Brasil estejam inibindo novos investimentos.

 

A maior da história

Antes de ir para a Fiesc, o presidente do TRE-SC, Ricardo Roesler, recebeu jornalistas para falar das próximas eleições. Ele ressaltou que considera esta a maior eleição da história do país, e, consequentemente, de Santa Catarina. Roesler se referiu não somente à questão de números, mas também à relevância deste pleito para a sociedade. “O processo eleitoral deste ano tende a se desenvolver num ambiente de transformação social, mas também de polarizações e exacerbações ideológicas, passíveis de enfrentamento e intolerância”, disse.

Uma das preocupações da Justiça Eleitoral, segundo o residente do TRE-SC, é com a segurança dos eleitores no dia da votação. Para evitar maiores problemas, foi montado um comitê integrado pelas forças da segurança pública do Estado em conjunto com a Polícia Federal. O comitê monitora possíveis anormalidades, principalmente nas redes sociais.

 

Debate dos candidatos a governador

Debate Neste sábado (29), a partir das 13h25min, a RIC TV vai apresentar um debate entre os candidatos ao governo do Estado. Confirmaram presença Gelson Merisio (PSD), Mauro Mariani (MDB), Décio Lima (PT), Leonel Camasão (PSOL), Jessé Pereira (Patriota) e Comandante Moisés (PSL). Dentro da parceria de divulgação prevista no projeto Cobertura Eleições SC 2018 – Jornais Impressos e Digitais, jornalistas da Associação de Diários do Interior (ADI-SC) e da Associação dos Jornais do Interior (Adjori-SC) farão a cobertura nos bastidores do debate. O clima entre os candidatos tem esquentado a cada debate.

Educação Florianópolis sedia na próxima semana (de 3 a 7 de outubro) o 24º Congresso Internacional de Educação a Distância, realizado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) e pela catarinense Delinea Tecnologia Educacional. O evento vai reunir profissionais renomados da área que irão apresentar experiências e debater essa modalidade de ensino, assim como os seus desafios e resultados. De acordo com a diretora executiva da Delinea, Margarete Lazzaris Kleis, a educação a distância passou a ser o foco de atenção de muitas universidades, que com o suporte necessário conseguem alcançar alunos de qualquer lugar do país.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS