Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura de cidade catarinense já registrou mais de mil casos positivos de Covid-19

 

 

 

Imagem: Freepik

 

Duas importantes cidades do oeste catarinense tem estado entre as com os maiores números de casos positivos do novo coronavírus. Segundo a lista divulgada pela Secretaria de Saúde, Concórdia é a primeira com 931 casos, um pouco menos que os 958 contabilizados pela prefeitura.

Na sequência, vem Chapecó com 925 casos, mas pelos dados divulgados pela prefeitura na manhã desta terça-feira (2/06/20) já são 1.025 infectados. Nesse caso, seria a primeira cidade de Santa Catarina a passar dos mil casos. Como em Blumenau, a cidade também se baseia nos dados de um laboratório particular, em vez do Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN), para onde as amostras positivas são enviadas depois para contraprova.

Ainda há 296 pacientes em Chapecó que aguardam os resultados das coletas, que nesse casos, são considerados suspeitos. A cidade também já registrou quatro mortes e tem 3.434 pessoas sendo monitoradas pela secretaria de saúde. A taxa de ocupação hospital é de 10% en leitos de enfermaria e 26% em UTIs. Em 1.539 exames realizados, o resultado foi negativo para a presença do Sars-CoV-2, coronavírus causador da Covid-19.

Já em Concórdia, dos 958 casos confirmados de Covid-19, há 1.203 pacientes sendo monitorados, dos quais 354 são considerados ativos. Outros nove estão aguardando o retorno dos exames laboratoriais para confirmar a presença do vírus Sars-Cov-2 no organismo. Infelizmente nove pessoas morreram contaminadas com a doença.

Santa Catarina já registrou 9.498 casos confirmados do novo coronavírus, dos quais 5.516 estão recuperados e 3.836 permanecem em acompanhamento. O último balanço foi divulgado nesta segunda-feira (1/06). O novo coronavírus já causou 146 mortes no estado desde o início da pandemia. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,54%.

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top