segunda-feira, 25 outubro 2021
InícioGeralPrefeitura de Blumenau amplia medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19

Prefeitura de Blumenau amplia medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19

O objetivo é reduzir o crescimento acelerado do contágio e o encaminhamento de casos graves e gravíssimos para os hospitais da cidade.

Blumenau está ampliando as medidas restritivas para combate ao Coronavírus. Na prática, nada muda muito além do que já está no decreto estadual e foi adotado neste fim de semana.

As diretrizes foram publicadas em um decreto municipal assinado pelo prefeito Mário Hildebrandt neste domingo (28/02/21) e seguem até o dia 5 de março.

Hoje a taxa de ocupação dos leitos de UTI em Blumenau chegou a 93,9%, com 1.816 pacientes em tratamento para Coronavírus. A cidade, que faz parte da Região do Médio Vale do Itajaí, também está em nível gravíssimo, de acordo com a Matriz de Risco do Governo do Estado.

As medidas querem reduzir o crescimento acelerado do contágio e o encaminhamento de casos graves e gravíssimos para os hospitais da cidade, com consequente demanda por leitos ambulatoriais e em especial por leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Novas medidas valem até 5 de março

O decreto com as novas medidas tem validade de cinco dias úteis, a partir de segunda-feira, dia 1º, e pode ser prorrogado por mais cinco dias úteis (entre 8 e 12 de março), sempre entre 6h de segunda-feira e 23h de sexta-feira. No próximo fim de semana, dias 6 e 7, prevalece o Decreto nº1.172, do Governo do Estado, que estabelece Lockdown.

Além disso, as medidas relativas ao transporte coletivo, com suspensão das linhas aos finais de semana, têm validade diferenciada, entre 14h30 de sábado e 3h30 de segunda-feira (até 08 de março). Durante o período, as linhas exclusivas para os profissionais da saúde vão garantir o deslocamento das equipes de atendimento. Já a Área Azul será suspensa nos dois sábados em que estiver em vigor o decreto do Estado.

Confira o que prevê o decreto:

Supermercados, mercados, mercearias, açougues, peixarias, feiras livres

  • Capacidade máxima de acordo com a tabela elaborada pela Defesa Civil com apoio do Corpo de Bombeiros Militar;
  • Deve haver controle fixo na entrada do estabelecimento, com informação em local visível do número de pessoas que estão ocupando o estabelecimento de acordo com a capacidade limite. Preferencialmente uma pessoa por família.
  • Garantir a higienização dos carrinhos e cestas.
  • Obrigar o uso do álcool gel na entrada.
  • Recomendação para que as compras sejam feitas por apenas por uma pessoa por família.
  • Acesso preferencial dos idosos: das 8h às 10h, preferencialmente uma pessoa.
  • Cumprir as recomendações sanitárias diretrizes sanitárias para supermercados, que você pode baixar clicando aqui.

Transporte coletivo

  • No próximo sábado (6), assim como neste último, serviço funciona até as 14h30. Após este horário, a concessionária transporta trabalhadores da saúde na Linha da Saúde no sábado e domingo, retornando o serviço a partir das 3 horas de segunda-feira.

Parques e praças públicas

  • Proibidos / Fechados

Área azul

Funciona de segunda a sexta-feira. No fim de semana, dias 6 e 7, não tem área azul no sábado pela manhã.

Academias de Ginástica, Musculação, Crossfit, Funcionais, Estúdios de danças, Escolas de Natação, Hidroginástica, Hidroterapia, Academias de lutas e áreas afins

  • Proibido funcionamento das 22h às 6h.

Restaurantes, lanchonetes, pizzarias, bares, cafeterias, confeitarias, padarias, casas de chá e demais serviços de alimentação.

  • Horário de funcionamento limitado das 6h às 23h para consumo no local, porém, estabelecimentos só poderão receber novos clientes até 22h.
  • Após 23h somente delivery.
  • Respeitar as diretrizes sanitárias.

Lojas de conveniência, inclusive em postos de combustíveis e tabacarias.

  • Horário de funcionamento limitado das 6h até às 22h.

 

Fiscalização

A fiscalização das medidas ficará por conta da força-tarefa, coordenada pela Defesa Civil e que envolve profissionais da Vigilância Sanitária, Guarda Municipal de Trânsito, Policia Militar, Policia Civil e Corpo de Bombeiros.

O objetivo é coibir aglomerações, com sanções que vão da advertência escrita, multa e até cassação do Alvará Sanitário. As denúncias relacionadas a casos de aglomeração em estabelecimentos podem ser feitas por meio do telefone 199 da Defesa Civil e do 190 da Polícia Militar.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS