sexta-feira, 21 janeiro 2022
InícioVale do ItajaíGasparPrefeito de Gaspar deverá pagar R$ 27,4 mil ao município

Prefeito de Gaspar deverá pagar R$ 27,4 mil ao município

Celso-Zuchi

 

Transitou em julgado, no início de março a condenação de Pedro Celso Zuchi, atual Prefeito de Gaspar, por ato de improbidade administrativa cometido quando ocupou o mesmo cargo entre os anos 2001 e 2004. Zuchi foi condenado em ação civil pública inicialmente ajuizada pelo Município de Gaspar depois que terminou seu mandato.

Segundo o Ministério Público de SC, então ex-Prefeito, foi processado devido à contratação de um advogado, às custas do Município, para defender o Prefeito frente a uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Municipal de Vereadores e mover ações judiciais de seu interesse. Pelos serviços prestados, o advogado recebeu, em valores da época, R$ 6 mil.

Como em 2009 Zuchi reassumiu a Prefeitura de Gaspar, a fim de evitar o conflito de interesses, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) assumiu a titularidade da ação, atuando em todos os atos processuais.

Em primeira instância, Zuchi foi condenado ao ressarcimento do erário e a pagar uma multa de três vezes o valor do dano. Inconformado, o Prefeito apelou ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) que, por decisão unânime da primeira Câmara de Direito Público, decidiu apenas reduzir o valor da multa para uma vez o valor do dano.

Nenhuma das partes recorreu da decisão do TJSC, e assim esta transitou em julgado e foi tornada definitiva no dia 3 de março deste ano. Em valor atualizado, o dano causado ao município foi calculado em R$ 13,7 mil, devendo o mesmo valor ser pago a título de multa, totalizando a condenação em R$ 27,4 mil a serem revertidos ao Município de Gaspar. Como este cálculo é de outubro de 2015, o valor ainda deverá ser atualizado.

(ACP n.025.07.001624-5/Apelação n.2014.051530-8)

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS