domingo, 16 maio 2021
Início Economia Porto de Itajaí tem aumento de 20% na movimentação em janeiro

Porto de Itajaí tem aumento de 20% na movimentação em janeiro

 

 

 

 

O Porto de Itajaí terminou o primeiro mês de 2020 com aumento de 20% na movimentação de cargas, se comparado com o mesmo período do ano passado. De acordo com o relatório de estatísticas, em janeiro, foram movimentados na APM Terminals (empresa arrendatária do Porto de Itajaí), e Cais Público, 426.118 toneladas.

Com referência na quantidade de TEU’s, o Porto de Itajaí também se destacou, apresentando um crescimento de 23%, movimentando 39.302 TEU’S (Twenty Foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés de comprimento), no total de janeiro de 2020.

O número de embarcações atracadas nos berços também aumentou, passando de 37 para 43 atracações, registrando um aumento de 19% na comparação de janeiro 2019 e janeiro 2020, ou seja, dos últimos 12 meses.

O Complexo Portuário de Itajaí também apresentou números positivos e expressivos, destacando-se com uma movimentação de 1.103.275 toneladas, o que representou um aumento de 10% na comparação com o mesmo período de 2019. Na quantidade de TEU’s, manteve-se estável com um saldo positivo de 8%, com 99.226 mil unidades movimentadas. Quanto ao número de atracações, o complexo destacou um aumento estável com 94 embarcações, registrando um crescimento de 11%.

De acordo com Heder Cassiano Moritz, Diretor Geral de Operações Logísticas da Superintendência do Porto de Itajaí, tradicionalmente o mês de janeiro sempre apresenta uma baixa em geral na sua movimentação. Porém, desta vez os números demonstram que o padrão continua seguindo o ritmo de 2019, destacando-se em relação as operações de exportação devido ao aumento da moeda norte-americana (dólar), refletindo diretamente no mercado portuário.

“Houve uma modificação no perfil da movimentação de cargas, ou seja, nesse janeiro de 2020 em relação a janeiro de 2019, verificamos que a exportação representou 62% na movimentação contra 38% na importação e no ano passado, o seguimento de exportação indicava 55% e a importação 45%. No decorrer do exercício de 2019, tivemos algumas situações que houve maior movimentação de importação. Isso certamente já é reflexo da questão relacionada com a taxa cambial, ou seja, o dólar cresceu em relação ao real, fazendo com que realmente tenhamos um perfil mais favorável para as exportações, historicamente a gente percebe isso, quando há essa oscilação da política cambial ou da taxa cambial, ou seja, o dólar sendo mais forte, normalmente irá refletir na movimentação de exportações”, destacou.

 

Projeções para 2020

Desde que foi apresentado ao público, no início deste ano, os números crescentes do Porto de Itajaí referentes às suas movimentações do triênio (2017/2019), indicam que para este ano de 2020, tendem a ser também favoráveis. Seu potencial se destaca cada vez mais no mercado portuário gerando emprego e renda aos trabalhadores que atuam no setor.

”Para nós o Porto de Itajaí é motivo de imensa satisfação e orgulho. Em três anos recuperamos seu prestígio, trouxemos novas linhas e com isso cada vez mais a movimentação de toneladas e de contêineres vem crescendo. Já estamos trabalhando com os quatro berços e agora estamos atuando pela vinda de navios maiores para todo o complexo, garantindo uma economia cada vez mais forte e potencializando Itajai? no mercado portuário de Santa Catarina e do Brasil”, afirmou o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

 

PORTONAVE

No Terminal Portonave (Porto de Navegantes), foram registradas no mês de janeiro, 46 escalas de navios atracados, destacando um crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Sua movimentação total de cargas registrada em janeiro foi de 670.472 toneladas, registrando-se um crescimento de 5%. No somatório de TEU’s, o montante chegou a marca de 59.930 contêineres de 20 pés, destacando um equilíbrio na sua movimentação, em relação ao mesmo período de 2019.

 

Principais produtos movimentados:

Exportação: Carnes (60,2%), Produtos Químicos (58,2%), Papel e Derivados (16,5%), e Frango (13,3%).
Importação: Plásticos e Borrachas (158,6%), Alimentos em Geral (14,6%), Mecânicos e Eletrônicos (13,5%) e Cerâmica e Vidros (10%).

 

Fonte: Ascom/Porto de Itajaí

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS