domingo, 17 outubro 2021
InícioGeralPolícia Civil prende quatro suspeitos envolvidos com o assassinato de mulher em...

Polícia Civil prende quatro suspeitos envolvidos com o assassinato de mulher em Gaspar

 

 

Luciana Avancini de Souza Franco, de 19 anos | Foto: redes sociais

 

A Polícia Civil, através do Setor de Investigação e Capturas de Gaspar, prendeu na tarde desta sexta-feira (4/10/19), quatro suspeitos envolvidos na morte de Luciana Avancini de Souza Franco. A vítima de 19 anos foi encontrada em estado avançado de decomposição e com a cabeça dilacerada no dia 22 de setembro no bairro Gaspar Alto, em Gaspar.

As investigações mostraram que a irmã mais nova da vítima e seu namorado, ambos de 17 anos, junto com o cunhado de 19, levaram Luciana até o local de execução, por um motorista de aplicativo de 23 anos. Segundo a Polícia Civil, os quatro teriam se envolvido em facções criminosas, três com uma de Santa Catarina, enquanto a vítima era de uma rival com ramificações no Paraná, de onde ela é natural.

Quando essa informação chegou à facção rival, os suspeitos teriam recebido a ordem de executar Luciana, sob pena de receberem retaliações. Segundo a Polícia Civil, toda ação foi gravada pelo motorista, como prova de sua morte. Antes de ser assassinada com requintes de crueldade e tortura, ela ainda foi obrigada a confessar ser integrante da facção rival.

Segundo depoimento dos suspeitos, a irmã mais nova teria tentado impedir o crime, mas acabou sendo coagida. Ela não teria acompanhado a execução, mas atraído Luciana até os outros três que a levaram ao local onde ocorreu o crime, de conhecimento prévio do motorista. Os dois irmãos teriam cometido o assassinato usando facas e um pé-de-cabra. As facas foram localizadas, mas ainda irão passar por perícia.

Todos foram localizados no bairro Valparaíso, em Blumenau, mas o interrogatório já tinha acontecido há uma semana. Foi quando  a internação dos adolescentes e a prisão preventiva dos outros dois foi solicitada. Os irmãos negam a participação direta no assassinato, diferente do que a irmã e o motorista falaram em seu depoimento, segundo a Polícia Civil.

 

 

Os celulares foram apreendidos e serão levados para serem analisados pelo Instituto Geral de Perícias. O único que não tem passagem pela polícia é o motorista. Um detalhe que chamou a atenção, é que o namorado da irmã, viu sua mãe ser morta por arma de fogo, e também já foi investigado por tráfico de drogas pela DIC Blumenau. Os menores serão encaminhados ao CASEP e os maiores ao Presídio Regional de Blumenau. As investigações foram coordenadas pelo delegado Bruno Effori.

Em relação aos mandantes do crime, das facções, existe uma investigação que já está em andamento e a Polícia Civil de Gaspar focará apenas na resolução deste crime.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS