quinta-feira, 27 janeiro 2022
InícioGeralPolícia Civil interroga suspeito de matar morador no bairro Garcia, em Blumenau

Polícia Civil interroga suspeito de matar morador no bairro Garcia, em Blumenau

 

 

 

Central de Polícia Civil no bairro Garcia | Imagem: Google Maps (Street View) Set 2011

 

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Blumenau, instaurou inquérito para apurar as circunstâncias do homicídio que aconteceu por volta das 4h15 do dia 1º de maio, na Rua Soldado Moacir Pinheiro, no bairro Garcia.

O suspeito de 50 anos, que já havia sido identificado pela Polícia Civil, se apresentou na delegacia nesta segunda-feira (4/05/20), onde foi interrogado pelo Delegado da Divisão de Homicídios, Egidio Maciel Ferrari.

O homem alegou que já conhecia a vítima, Clóvis Fernando Freitas, e havia registrado um boletim de ocorrência contra ele por ameaça. Ele disse que Clóvis era usuário de drogas e vivia pedindo dinheiro, além de já ter furtado seu estabelecimento comercial.

No dia crime, Clóvis teria passado no local exigindo dinheiro, e segundo o suspeito, ao receber apenas R$ 10, pegou um pedaço de madeira e partiu para cima dele. Na sua versão, ele se defendeu também com o mesmo tipo de material.

Clóvis teria dito que “isso não vai ficar assim” e colocou a mão dentro de uma mochila que carregava. Foi quando o suspeito sacou um revólver calibre 38 que possuía há alguns anos e efetuou 2 disparos na direção da vítima, que foi atingida e caiu em via pública. Em seguida o suspeito deixou o local e só se apresentou hoje na DIC acompanhado de sua advogada.

Como não havia mais situação de flagrante, o homem foi liberado no final do interrogatório. O suspeito, que não possui passagens policiais, já havia registrou cinco boletins de ocorrências depois de ter sido vítima de furto e roubo em seu estabelecimento comercial nos últimos anos.

Já Clóvis, segundo a Polícia Civil, tem mais de 15 boletins de ocorrências por furtos, tráfico de drogas, violência doméstica, desacato, resistência, lesão corporal, entre outros crimes.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS