quinta-feira, 23 setembro 2021
InícioSegurançaDrogasPM prende quatro pessoas e apreende drogas em apartamentos de condomínios

PM prende quatro pessoas e apreende drogas em apartamentos de condomínios

As ações ocorreram no início da tarde desta segunda-feira (26/07) no bairro Passo Manso, em Blumenau.

Uma região do bairro Passo Manso, em Blumenau, tem sido alvo de diversas ações da Polícia Militar por causa do tráfico de drogas, em especial na Rua Wilson Bornhofen. Os moradores de dois condomínios sofrem com a presença de criminosos.

Por volta das 12h55 desta segunda-feira (26/7/21), Policiais Militares da ROCAM e do Canil perceberam uma grande movimentação no bloco 01 do Condomínio Paineira. Eles foram até o local, e ao se aproximarem, flagraram alguém arremessando uma pochete preta do primeiro andar.

As guarnições subiram até o imóvel e abordaram uma moradora de 40 anos, que autorizou a entrada dos policiais. Dentro de uma almofada atrás da porta foram encontradas duas balanças de precisão, 14 buchas de maconha e 11 pedras de crack. Ela recebeu voz de prisão e foi conduzida à Central de Polícia Civil.

Logo em seguida, às 13h23, três homens foram abordados saindo de um apartamento abandonado em frente ao bloco 02 do Residencial Figueiras. O imóvel aparenta ser usado para o tráfico de drogas e o trio apresentava comportamento suspeito.

Durante a revista pessoal, foram encontradas duas porções de maconha embaladas em plástico filme prontas para a venda, além de uma pedra bruta de crack. A situação exigiu o apoio do cão de faro do canil e os policiais entraram no apartamento abandonado.

Embaixo do vaso sanitário, no banheiro, foi encontrada uma quantia significativa de maconha, crack e cocaína em partes maiores e não fracionadas. Além disso, também havia uma sacola com dinheiro e um rolo de plástico filme, utilizado para embalar o entorpecente. O trio foi preso e conduzido à Central de Polícia Civil, para as providências legais.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS