quinta-feira, 2 dezembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusPM de Blumenau distribui cartazes avisando sobre a importância de permanecer em...

PM de Blumenau distribui cartazes avisando sobre a importância de permanecer em casa

 

 

 

Fotos: PM de Blumenau

Ao longo desta quarta-feira (25/03/20), a Polícia Militar em Blumenau continuou o trabalho de fiscalização das medidas governamentais e de conscientização da população.  Ainda tem muitas pessoas que se deslocam sem necessidade. Não é fácil ficar confinado em casa, mas por enquanto é a melhor solução para evitar a rápida propagação do Covid-19.

Em locais públicos, como praças, terminais, paradas de ônibus, mercados etc; foram afixados avisos sobre a necessidade de permanência em casa e de orientações de onde e quando buscar atendimento na rede de saúde pública.

Entre as orientações, está o ligue 136 do Governo de Santa Catarina. Aqui em Blumenau foi disponibilizado o número 156, opção número 1, da ouvidoria do município.

 

 

Um dos cartazes informa para que só se busque atendimento para coronavírus quem estiver com sintomas mais graves, como febre muito alta e dificuldade respiratória. A orientação é para não procurar hospitais, procurar um posto de saúde mais próximo.

Só que em Blumenau e em outras cidades catarinenses devem ser procuradas as Centrais de Referência para Atendimento aos Casos Suspeitos. Até sexta-feira (28) um deles está no ginásio da Fundação Pró-Família. No sábado (29) o atendimento passa a ser feito no Setor 3 do Parque Vila Germânica.

Também há o da Policlínica Lindolf Bell, que fica em frente da rodoviária de Blumenau. Nos dois locais, os atendimentos são feitos entre às 7h e 19h por técnicos em enfermagem, enfermeiros, farmacêuticos e médicos.

O coronavírus está na cidade. No início da noite, o prefeito de Blumenau informou  que o número de casos confirmados de Covid-19 aumentou para 13. São quatro a mais que ontem (24). Nenhum dos casos na cidade teve quadro que necessitou de respirador mecânico.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS