Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

PM atende quatro vítimas de violência doméstica nesta segunda (23/12), em Blumenau

 

 

 

Apesar do Natal ser uma época onde o sentimento de amor e família deveria predominar, na vida real infelizmente isso não aconteceu nesta segunda-feira (23/12/19) em alguns lugares de Blumenau. Quatro mulheres sofreram agressões de seus maridos, aqueles mesmos que deveriam defendê-las e dar carinho.

Uma dessas ocorrências já noticiamos na matéria que você pode acessar aqui. Nesse caso o marido agrediu, depois trancou a mulher na casa e ainda levou a filha do casal de apenas 4 anos. O fato aconteceu no bairro Valparaíso.

Na Rua Werner Duwe, no bairro Testo Salto, o marido de uma mulher de 22 anos usava maconha quando ficou alterado e a ameaçou agredi-la com uma enxada. Ela ligou ao 190 às 12h45min porque ficou com medo, até porque o casal tem dois filhos pequenos. Os policiais militares que atenderam a ocorrência levaram os três até a casa dos pais dela. Já o marido, não estava mais no local quando a guarnição chegou.

No período da noite, uma moradora de 25 anos da Rua Emil Wehmuth, no bairro Velha Grande, foi buscar os filhos na casa da vizinha. Em seguida chegou o marido de 39 que começou a discutir com ela sobre assuntos da separação do casal. Durante a discussão, ele agrediu a mulher com socos e puxões de cabelos. Logo depois ele saiu, mas voltou mais tarde e ainda desferiu um soco no rosto dela, que ficou com lesões. A Polícia Militar foi acionada às 19h09min, prendeu o homem e levou à Central da Polícia Civil. Com um histórico de agressões desses, faz certo ela em querer se separar.

O quarto caso de violência doméstica do dia foi registrado às 23h18min na Rua Vitório Alcântara, no bairro Ponta Aguda. De acordo com a vítima de 39 anos, ela trocou algumas mensagens pelo aplicativo de WhatsApp com o ex-marido e foi dormir. Quando acordou, o atual marido de 32 anos viu as mensagem e começou a agredi-la com socos. Ela acionou a PM, que ao chegar no local levou o casal para prestar depoimento na Central da Polícia Civil.

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top