quinta-feira, 28 janeiro 2021
Início Geral Placas em Blumenau informam onde há risco de afogamento

Placas em Blumenau informam onde há risco de afogamento

Instaladas pelo Corpo de Bombeiros Militar, elas tem o objetivo de evitar futuras tragédias.

12:39

O Corpo de Bombeiros Militar de Blumenau instalou mais cinco placas de prevenção contra afogamentos. Os locais escolhidos são estratégicos por serem frequentados por um grande número de banhistas durante o verão e que já tiveram algum registro de afogamento.

As placas alertam para o risco de morte, seja pela profundidade desconhecida, existência de correnteza, galhos ou pedras. Além disso também destacam o número 193 que deve ser acionado para ocorrências.

Rios, lagos e cachoeiras devem ser evitados. A orientação da corporação é para a população buscar locais que ofereçam estrutura adequada e proteção por guarda-vidas ou guardiões de piscina.

O objetivo das placas é prevenir futuras tragédias. “O nosso objetivo é evitar que ocorram acidentes por falta de informação; nesse contexto, as placas servem para orientar a população e os potenciais banhista a não entrarem na água em locais onde não há presença de guarda-vidas. Além disso, as placas estão sendo instaladas em locais inadequados para o banho e que podem colocar a vida em perigo”, destaca o tenente-coronel Mombelli, comandante dos bombeiros de Blumenau.

Locais escolhidos para a instalação das placas:

Bairro Salto do Norte | Rio Itajaí-Açu
– Rua Elsbeth Feddersen – em dois pontos do rio Itajaí-Açu
– Final da Rua Tupari – Rio Itajaí-Açu.

Bairro Testo Salto
– Rua Helmund Trapp– Rio do Testo, próximo à Karsten.

Bairro Ponta Aguda | Rio Itajaí-Açu
– Rua Porto Rico – prainha
– Rua República Argentina – próximo do Anel Viário Norte

Bairro Progresso | Ribeirão Garcia
– Rua Ida Wippel
– Rua Santa Maria – em três pontos, dois deles próximos da entrada do Parque das Nascentes e também da ponte do Recanto Silvestre.

Divisa de Indaial e Blumenau
– Rua Reinhold Schroeder – dois pontos do Ribeirão Encano

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br
 
 
 
 
 

MAIS LIDAS