terça-feira, 19 outubro 2021
InícioEventosPalestra sobre a pólio resulta em quase 300 doses de vacina

Palestra sobre a pólio resulta em quase 300 doses de vacina

palestra_polio_rotary_25-10-16
Foto: Giovani Vitória

 

Mais de 80 rotarianos de Blumenau participaram de uma palestra com o médico e rotariano Herbert Zimath (Rotary Club de Joinville – Colon), marcando o Dia Mundial de Combate à Pólio. Foi na noite da última segunda-feira, dia 24 de outubro. O evento ocorreu nas dependências da Fundação Fritz Müller e arrecadou recursos para compra de quase 300 doses da vacina. A organização foi dos clubes de Rotaracts da cidade e também contou com a participação de Jaime Luiz Visentainer, governador do Distrito 4650.

O Rotary International é o maior patrocinador do processo de vacinação que busca erradicar a poliomielite no mundo. Desde 1985, o Rotary já contribuiu com mais de US$ 1,6 bilhão para eliminar a pólio, por meio da campanha denominada “End Polio Now”. Desde então, a incidência de poliomielite caiu em mais de 99,9%, passando de aproximadamente 350.000 casos por ano para apenas 26, até 19 de setembro de 2016.

Os rotarianos ajudaram a imunizar mais de 2,5 bilhões de crianças contra a pólio, em 122 países. A vacina, que custa apenas US$ 0,60, protege as crianças da doença pela vida toda. O palestrante lembrou ser necessário US$ 1,5 bilhão para sustentar este progresso e proteger todas as crianças contra a doença. Sem esses fundos e o apoio dos governos, a paralisia infantil poderá se espalhar novamente em países já considerados livres da doença, colocando em risco todas as crianças do mundo.

Ainda existem casos de poliomielite em países como Nigéria, Afeganistão e Paquistão. O Brasil está livre da doença e em Santa Catarina, o último caso registrado foi no início da década de 80.

A data não foi lembrada apenas em Blumenau. A passagem do Dia Mundial de Combate a Pólio foi celebrada com ações em todos os 219 países onde o maior clube de serviço do mundo está presente, com pouco mais de 1,2 milhão de rotarianos integrando seu quadro associativo, incluindo ainda os jovens dos Rotary Kids, Interacts e Rotaracts e as mulheres das Casas da Amizade.

Foram ações de conscientização, busca de apoio financeiro e engajamento das comunidades na luta contra a poliomielite, uma doença que, apesar de poder ser evitada, ainda ameaça crianças em várias partes do mundo. Qualquer pessoa pode contribuir para erradicar a doença, fazendo sua doação para a Fundação Rotária, acessando o site: http://www.endpolio.org/pt.

Depoimento de portador de polio

O momento mais emocionante do encontro realizado em Blumenau ficou para parte final, quando Claus Jensen, criador do portal de notícias OBlumenauense, falou por quase 18 minutos sobre sua convivência com a doença, desde a infância.

 

Foto: Bruna Maffei
Foto: Bruna Maffei

 

Foto: João Paulo Taumaturgo
Foto: João Paulo Taumaturgo

 

 

 

Teste de hepatite

Ao final do encontro, os participantes puderam se submeter a exames de diagnóstico de hepatite, na maior campanha de prevenção a doença desencadeada no Brasil e patrocinada pelo Rotary International.

Mais de 200 clubes rotários brasileiros estão participando da campanha nacional contra a Hepatite “C”, numa iniciativa do Rotary International no Brasil, em conjunto com a Associação Brasileira de Portadores de Hepatite (ABPH). Desde o mês de abril foram realizadas mais de 105.690 testes em todos os estados brasileiros. ais de 3 milhões de pessoas não sabem que estão com a doença.

Por Giovani Vitória

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS