segunda-feira, 20 setembro 2021
InícioGeralPai reclama que foi expulso com outros 10 do gabinete pelo prefeito

Pai reclama que foi expulso com outros 10 do gabinete pelo prefeito

oficio-audiencia-prefeito
Clique para ampliar

Texto e fotos: Luciano Bernz

Duzentos pais de alunos, estiveram na prefeitura na manhã desta quinta-feira (26) para uma reunião com o prefeito Napoleão Bernardes, que atendeu uma solicitação de audiência enviada por escrito.

Mas, segundo o relato de um dos pais, o Sr. João Antônio Loterio, depois que onze deles entraram na reunião, o prefeito pediu ao grupo que se retirassem do gabinete. Segue a versão do Sr. João, do que aconteceu.

Hoje de manhã, 200 pais subiram para conversar com o prefeito. Ele pediu que só alguns entrassem, afinal o grupo era muito grande. O prefeito pediu que 8 membros da comissão de pais poderiam entrar, mas o grupo entendeu que tinha que ser pelo menos 11. Ele concordou, e os 11 entraram.

 

Joao-Antonio-Leoterio
João Antônio Leotério, fazia parte da comissão atendida pelo prefeito.

Fomos lá com a intenção de promover o debate entre prefeito e sindicato. Infelizmente o prefeito disse que só fará isso através da justiça. Antes de entrarmos, ficou acordado que alguns dos que entraram, sairiam para informar aos que ficaram fora, o que estava acontecendo.

Depois de perceber que a conversa não ia dar em nada, eu o Sr. Paulo, outro pai que estava presente, saímos para explicar a situação ao grupo lá fora. Mas, mal começamos a falar, e outros 9 que estavam dentro do gabinete, foram retirados. O prefeito praticamente expulsou os pais de lá, e se trancou no gabinete dizendo que não ia mais falar.

João também explicou que os pais decidiram em assembleia levar o caso ao Ministério Público. Em assembleia com os pais que lá estavam, ficou decido que na tarde desta sexta (27) às 14h, iremos até o Ministério Público. Nesse encontro iremos fazer um novo abaixo assinado e levar até a Promotora Cátia da Vara de Infância, para que ela nos ajude nesta questão.

Os pais são sim contra a greve. Nós não concordamos com greve nenhuma. Só que o sindicato nos coloca uma versão que dá pra conseguir o que eles querem. O prefeito diz que não dá. Fica nesse impasse, e os dias vão se acumulando.

O que queremos é um debate do sindicato, frente a frente com o prefeito e a comunidade para esclarecer os fatos. Aquele que tiver razão, a comunidade vai apoiar. Se o sindicato estiver correto, o prefeito tem que dar o que eles merecem. Se estiverem errados, tem que voltar ao trabalho. Queremos o fim da greve, e que nossos filhos voltem às aulas. Mas como ele não quer conversar nem com o sindicato e nem com os pais, vamos para a justiça fazer com que isso aconteça.

O Sr. João Antônio Loterio é casado com uma servidora pública. Nossa equipe ainda não falou com o prefeito, para ouvir a sua versão sobre o aconteceu nessa reunião. É importante ouvirmos os dois lados, para chegar à alguma conclusão.

 

Luciano Bernz
Responsável por toda a cobertura externa de OBlumenauense, sou nascido e criado em Blumenau. Trabalho há 25 anos com vendas, tendo passagem pela Rádio Blumenau e Rádio Clube de Itajaí, onde além de contato comercial, também fiz cobertura de festas e eventos.

MAIS LIDAS