terça-feira, 19 outubro 2021
InícioGeralOs "monstros" que vivem no seu pensamento. Como a TCC ajuda?

Os “monstros” que vivem no seu pensamento. Como a TCC ajuda?

Montros-dentro-nos

Por Joana Marmora (Psicóloga CRP 12-14372)

Sabe aquela “vozinha” que você insiste em escutar? “Não vou conseguir, não é pra mim, não vai dar certo…” E tem tantas outras que insistimos em ouvir, não é mesmo? Essas “vozes” são muito mais prejudiciais que as dificuldades reais do mundo aqui fora…

Elas em terapia cognitivo comportamental são chamadas de pensamentos automáticos ,disfuncionais e limitantes que funcionam como “monstros” que vivem dentro da gente, se alimentando de nossos medos, inseguranças e “verdades absolutas” que acreditamos sobre nós mesmos e dos outros.. Quantas vezes você já viu alguém dizer que não consegue mudar? Quantas vezes você determinou que não pode ou que alguém não consegue algo? Será que é assim tão simples?

Claro que não, existe uma saída! Uma das maneiras eficientes é buscar qualidade em nosso padrão de pensamento / comportamento. Para isso é fundamental identificar esses seus pensamentos, conhecer os sentimentos limitantes, de que se alimentam e assim buscar modificar seu padrão…

Essa é uma tarefa desafiadora que necessita de grande engajamento do paciente com seu terapeuta, pois modificar seus pensamentos limitantes é um trabalho diário que precisa de comprometimento, disciplina e grande coragem para entrar em contato com sentimentos e crenças cultivados por anos…
Lembre-se, pensamento gera sentimento que gera comportamento, tendo como resultado as consequências dele. É uma cadeia mesmo e normalmente geram situações repetitivas de um mesmo padrão, elas muitas vezes são bem fáceis de identificar.

Quantas vezes você se viu novamente naquela mesma situação problema de anos atrás? Ou observou pessoas que cometem sempre o mesmo erro? É necessário cortar esse padrão, não se pode deixar que nossos pensamentos e sentimentos sabotadores tomem conta de nós, das nossas ações e escolhas!

Mas como? Você pode estar se perguntando… A primeira ferramenta para isso é sem dúvida o auto-conhecimento. Uma pessoa que se torna consciente de si mesma, por meio de questionamentos, reflexões e acompanhamento terapêutico, está em melhor condição de prever, controlar, administrar e modificar o próprio comportamento. Conhecer suas resistências, dúvidas, medos, sonhos, expectativas e história já é meio caminho andado.

Outra lição importante é que o pensamento é uma questão de hábito, acredite! Passo a passo, pouco a pouco à medida que for instituindo o hábito de reenquadrar a avaliação das situações, pensamentos, crenças e comportamentos, as mudanças necessárias e duradouras que você tanto deseja irão realizar-se.
Um psicólogo da linha TCC te ajudará nesse processo através de métodos e técnicas testadas e reconhecidamente eficazes no objetivo de mudar padrão de pensamentos e comportamentos.

Não seja vítima dos seus pensamentos. Você tem poder sobre si mesmo, quase tudo aquilo que nos acontece bom ou ruim é porque permitimos, sendo assim, permita que seu desejo por felicidade transcenda qualquer que seja o medo desse desafio!

Sejamos mais do que as nossas melhores desculpas, você é mais do que PENSA!

 

Clique aqui para curtir a página de Joana Marmora

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS