quinta-feira, 24 junho 2021
InícioSaúdeO que é importante saber antes de se vacinar contra a gripe...

O que é importante saber antes de se vacinar contra a gripe e Covid-19

Pneumologista esclarece as principais dúvidas e ressalta importância de vacinar em tempos de pandemia.

Muitas pessoas já se imunizaram contra a Covid-19 e estão na dúvida se podem se vacinar contra a gripe. Nesta semana inicia a companha nacional de vacinação contra a influenza.

O médico pneumologista e diretor técnico do Hospital Dia do Pulmão, de Blumenau, Mauro Sérgio Kreibich, destaca que as vacinas contra o vírus Influenza e a Covid-19 são totalmente diferentes.

“A vacina é a melhor forma de se prevenir contra qualquer doença, tanto contra a gripe como o Coronavírus. No caso da prevenção contra doenças respiratórias, além da vacina é necessário manter hábitos de higiene adequados, como lavar as mãos com frequência, utilizar álcool em gel, evitar locais fechados e com aglomeração de pessoas”, diz.

Por isso é muito comum surgirem dúvidas sobre a imunização contra o vírus Influenza e o Coronavírus. Confira as respostas do pneumonologista:

Posso tomar a vacina contra o vírus Influenza e da Covid-19 ao mesmo tempo?

É indicado um intervalo de 14 dias entre uma dose e outra. A orientação é que a vacina contra o Coronavírus seja priorizada nos grupos de riscos, e, após o intervalo, fazer a da gripe.

A vacina causa a gripe? Quais as reações das doses?

A vacina contra a gripe é composta por um vírus inativo e fragmentado. Ou seja, não causa a gripe nas pessoas. Com a vacina, é aplicada uma partícula do vírus (antígeno) e o organismo leva, em média, de 10 a 15 dias para produzir anticorpos contra aquele vírus.

Se a pessoa já está com o vírus incubado ou teve contato com o vírus durante esse período de adaptação e proteção do corpo, ela pode, sim, desenvolver a gripe, mas não causada pela vacina.

As reações graves à vacina antigripal são raras. As reações mais comuns são no local da aplicação que pode ficar dolorido, inchado e vermelho.

A vacina contra o Coronavírus também pode causar dor local, inchaço e vermelhidão.

Quem deve tomar a vacina da gripe e contra a Covid-19 e qual o número de doses recomendadas?

Com relação à vacina da gripe, é recomendada uma dose anualmente. Todas as pessoas a partir dos seis meses de idade podem tomar a vacina. Porém, os chamados grupos prioritários possuem uma indicação maior. São eles: gestantes, puérperas de até 45 dias após o parto, idosos, crianças menores de seis anos, idosos com 60 anos ou mais, pessoas com doenças crônicas ou condições especiais, professores, profissionais da saúde, indígenas e população privada de liberdade.

Para crianças de seis meses a menores de nove anos podem ser necessárias duas doses, caso seja a primeira vez que a criança esteja fazendo a vacina da gripe. A segunda dose é indicada após 30 dias da aplicação da primeira.

Já no caso da vacinação contra a Covid-19 cada município brasileiro está vacinando primeiramente os profissionais de saúde e pessoas com mais de 60 anos em diversas faixas etárias. A vacina necessita de duas doses. A data da segunda dose é informada quando a pessoa recebe a primeira dose.

A vacina protege 100%?

A vacina contra a gripe possui uma média de 80% de eficácia. E mesmo quem contrair alguma gripe após se vacinar, tende a sentir a doença de forma mais moderada.

A vacina contra a Covid-19 apresenta eficácia de 50% a 95% para as formas mais graves da doença.

Qual o prazo de efeito e duração da vacina da gripe e Covid-19?

A vacina contra a gripe demora cerca de 15 dias para começar a fazer efeito no organismo. Já o efeito máximo ocorre dois meses após a aplicação. A duração da imunização contra o vírus influenza é de cerca de seis a oito meses, após este período a quantidade de anticorpos começa a cair, até desaparecer do organismo da pessoa.

Ainda não é possível afirmar o tempo de proteção da vacina contra o Coronavírus.

Quais são os tipos de vacina contra a gripe que existem e onde encontrar?

Há dois tipos de vacinas para a gripe: a vacina quadrivalente que imuniza contra quatro tipos de vírus da influenza: dois do tipo A (H1N1, o H3N2) e dois do tipo B. A vacina é encontrada nos serviços privados de vacinação.

Já a vacina trivalente que imuniza contra três tipos de vírus da influenza: dois do tipo A (H1N1, o H3N2) e um do tipo B, é a oferecida pelo serviço público na campanha de vacinação antigripal e pode ser encontrada em serviços privados de vacinação. O Hospital Dia do Pulmão trabalha apenas com vacinas quadrivalentes.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS