sábado, 4 dezembro 2021
InícioGeralNão adiantam redes protetoras nem cones

Não adiantam redes protetoras nem cones

R-7-Setembro_pedestres_02

Fotos: Giovanni Silva e Claudia Backes

Uma das ações de conscientização mais comentadas no nosso Facebook durante a Semana Nacional do Trânsito em Blumenau, foi a da rede protetora com cones, colocados em frente ao Shopping Neumarkt. A intenção era coibir a passagem de pedestres fora da faixa de segurança e no mínimo estimular o uso do túnel. Pelas fotos, já dá para ver que não deu certo.

R-7-Setembro_pedestres_03

R-7-Setembro_pedestres_01
Foto: Claudia Backes

Vamos ser sinceros: para dar certo duas coisas não podem passar em branco. Primeiro que existe uma relativa distância entre as duas faixas de segurança “para quem está com pressa”. Os pedestres aproveitam o intervalo de tempo, entre o fechamento dos sinais dos semáforos nas ruas 7 de Setembro e Namy Deeke, para passar pelas quatro pistas. Segundo, a falta total de segurança do túnel. Lá é uma roleta russa para ser assaltado, uma questão de sorte/azar. Porque mesmo durante o dia, sabemos que lá aconteceram assaltos. Isso, os que soubemos e foram registrados pela PM.

Já ouvi sugestões que citaram passarela, uma ótima ideia, mas será que daria certo? Exemplos como a da Furb, onde tiveram que fazer um canteiro com bambus no meio da rua Antônio da Veiga para evitar a passagem dos pedestres, só ilustra um caso. Lembrando que o público na universidade é na maioria jovem, com saúde e energia de sobra para subir a rampa. Mas a “pressa” não deixa. Geralmente dá certo, quando acontece uma morte trágica e todos se comovem. É necessária uma solução imediata, antes que ela aconteça. Porque conscientização, por enquanto é só na boa vontade de quem a promove.

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS