terça-feira, 19 outubro 2021
InícioGeralMuseu Fritz Müller comemora nesta terça (17) 78 anos de fundação

Museu Fritz Müller comemora nesta terça (17) 78 anos de fundação

museu-Fritz-Muller_F-Eraldo-Schnaider
Foto: Eraldo Schnaider

Local fundado em 1936 tem a missão de estudar e divulgar obras do naturalista alemão Johann Friedrich Theodor Müller.

Sendo um dos locais que possibilita a realização de pesquisas à comunidade, o Museu de Ecologia Fritz Müller, localizado na rua Itajaí, no bairro do Vorstadt, vai completar 78 anos de fundação nesta terça-feira, dia 17 de junho. Com a missão de estudar e divulgar a obra do patrono do meio ambiente, Johann Friedrich Theodor Müller, o local contribui para a preservação da diversidade biológica. Administrado pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Faema), o Museu tem a responsabilidade de promover exposições relacionadas ao meio ambiente.

Deste modo, artistas, instituições e escolas utilizam o espaço para tornar o local em mais um espaço de lazer no município. Na casa histórica, onde Fritz Müller residiu, é possível prestigiar mais de 3 mil livros, 4 mil fotografias, 500 documentos e cerca de 4 mil materiais biológicos. “O Museu Fritz Muller é um patrimônio do município. A Faema tem orgulho em ser responsável por este legado. Temos a convicção de que ciência e o meio ambiente são elementos norteadores da humanidade, auxiliando na busca do conhecimento”, afirma o presidente da Faema, Jean Carlos Naumann.

No decorrer dos anos, para o bem-estar da comunidade, o Museu Fritz Müller passou por melhorias na parte estrutural de sua sede. Deste modo, nos últimos meses, o local foi essencial para a realização de eventos cujo objetivo se volta à expansão da conscientização ambiental. Somente neste ano, o Museu marcou presença no evento Alemanha e Brasil na Consolidação do Darwinismo, promovido no Museu Nacional do Rio de Janeiro. Entre os dias 12 e 15 de maio, a Semana Fritz Müller movimentou Blumenau com ações relacionadas ao naturalista alemão.

Fruto do trabalho do Museu Fritz Müller, na Semana Municipal do Meio Ambiente, que aconteceu entre os dias 2 e 8 de junho, a Faema buscou resgatar a importância do biólogo através da exposição internacional “Fritz Müller, o Príncipe dos Observadores”. Esta, que é organizada pelo Instituto Martius Staden, vai permanecer até o dia 6 de julho no piso térreo do Shopping Park Europeu, no bairro Itoupava Norte. Ainda na Semana do Meio Ambiente, mesas redondas colocaram em pauta a história, bem como a importância do local que aborda a fauna e a flora.

“Percebo o Museu como um excelente instrumento para trabalharmos educação ambiental de modo regional e que uni saberes de meio ambiente, história e cultura. Este tripe é possível com o alicerce na figura de Fritz Müller o que por si só demonstra a sua importância para Blumenau. Não podemos deixar na obscuridade o Museu e Fritz Müller, pois foi aqui que ele viveu e compilou a maior parte de seus trabalhos”, disse Mabeli Espindola, educadora ambiental da Faema.

Fritz Müller

Nascido em 31 de março de 1822, em Windischholzhausen, uma pequena aldeia da Turíngia, próxima a Erfurt, na Alemanha, Johann Friedrich Theodor Müller, foi um cientista e biólogo que se dedicou ao estudo da fauna e flora de Santa Catarina. Müller, que sempre foi atraído pelas Ciências Naturais, é conhecido mundialmente por ser um grande naturalista, e ter uma vasta obra científica.

Ele chegou ao Brasil em 1852, ao lado de sua esposa e da primeira de dez filhas, e estabeleceu-se como colono. Mais tarde, residiu no local onde hoje fica o museu, no bairro Vorstadt. Nesta época, Fritz trocava observações por correspondência com renomados cientistas da época, como Charles Darwin e Ernest Haeckel. Mesmo nunca tendo se conhecido pessoalmente, os cientistas foram grandes amigos e mantiveram correspondências científicas e pessoais durante mais de 17 anos.

Fritz Müller faleceu em 21 de Maio de 1897, aos 75 anos, em Blumenau, e seus trabalhos servem de base para pesquisas científicas até os dias atuais. É lembrado também por sua honestidade, seu caráter e livre pensamento, capaz de influenciar comportamentos e ser formador de opiniões. Depois do falecimento do cientista, naturalizado cidadão brasileiro, ele já recebeu diversas homenagens póstumas tanto da comunidade, como de órgãos nacionais e veículos de imprensa.

Visitas podem ser agendadas pelo telefone (47) 3222-3189. O Museu Fritz Müller funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Sábados, domingos e feriados o atendimento é realizado das 10h às 16h.

Texto: Jhulian Pereira e Andressa Scaburri

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS