Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Motorista de caminhão desacata PMs que pediram para retirar o veículo sobre a calçada

 

 

 

Por volta das 10h desta segunda-feira (27/04/20), uma guarnição da Polícia Militar flagrou um caminhão M. Benz 715C com placas de Indaial (SC) estacionado sobre uma calçada na Rua Brasília, no bairro Tapajós, em Indaial. O veículo impedia a passagem de pedestres e os policiais solicitaram ao motorista de 54 anos que fosse retirado.

Segundo a PM, num primeiro momento, e com ânimos alterados, disse que retiraria o caminhão depois de carregá-lo. Os policiais alertaram que se não retirasse seria autuado pela infração de trânsito e o veículo teria que ser removido.

Naquele momento ele começou a injuriar e desacatar a guarnição gritando: “Vão prender bandidos. É uma vergonha o que estão fazendo, vocês são policiaizinhos, se prevalecem porque estão fardados. Me deixa pegar vocês sem farda, eu sou bom de soco”, entre outros ataques verbais durante todo o atendimento.

Foi registrado um boletim de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato e ameaça, que teria que ser assinado pelo homem, mas ele se recusou. Então foi advertido que se não assinasse, seria conduzido à Delegacia de Polícia Civil. Mesmo assim ele continuava irredutível, dizia que não estava nem aí e então teria que ser preso, pois não assinaria nada e queria mesmo ir à delegacia.

Com o ânimo todo alterado, a guarnição solicitou apoio para preservar a segurança dos policiais e do próprio homem, já que seria necessário o uso força física. Com a chegada de outra guarnição, o proprietário do caminhão mudou de ideia e assinou o TCO, em que se compromete a comparecer numa audiência no fórum em data e hora especificada pelo sistema.

No entanto, o homem continuava alterado e insistindo que não iria comparecer em nenhuma audiência. Se quisessem, teriam que ir buscá-lo.

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top