quinta-feira, 28 outubro 2021
InícioGeralMorre Wilfried Krambeck; ator, mímico e dramaturgo blumenauense

Morre Wilfried Krambeck; ator, mímico e dramaturgo blumenauense

Ele não resistiu às complicações causadas pela Covid-19 depois de ficar 40 dias internado.

Morreu nesta sexta-feira (17/09/21) por complicações causadas pela Covid-19, Wilfried Krambeck, de 61 anos. Nascido em Blumenau, ele era casado com Marilia Moser, tinha quatro filhos, mas residia há muito tempo em Navegantes.

Estudou na Escola de Educação Básica Pedro II e se formou em Publicidade e Propaganda na FURB (Universidade Regional de Blumenau). Atualmente trabalhava como consultor em uma empresa.

A trajetória artística ficou marcada entre as décadas de 1980 e 2000. Envolvido com teatro inicialmente no grupo da ADR Sulfabril, empresa que trabalhava na época, teve seu talento destacado no Núcleo de Teatro Experimental do Teatro Carlos Gomes.

Teve vários textos encenados nos Jogos de Teatro-Texto (Jote-Titac). Na iniciativa cultural, os grupos tinham poucos dias para montar, ensaiar e apresentar espetáculos.

Wilfried era um entusiasta da mímica e tinha uma preciosa biblioteca sobre o assunto com exemplares em português, inglês e alemão. Ele também se apresentou em diversas empresas com peças educativas, escreveu várias peças de teatro e se apresentou inúmeras vezes.

Apesar de não ter formação na área, era um grande diretor de teatro e professor, até porque nunca parava de pesquisar. Wilfried Krambeck estava internado há 40 dias na UTI do Hospital Marieta Konder Borhausen. Hoje ele não resistiu e foi o 195º morador de Navegantes a morrer com Covid-19.

Segundo informações divulgadas pela família, o velório começou às 20h na Capela Mortuária da Comunidade São José, no bairro Escalvados, em Navegantes.

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS