sábado, 27 novembro 2021
InícioEconomiaMobilidade na prática: sistema de piso elevado

Mobilidade na prática: sistema de piso elevado

Imagem: Ibiza Trade/Ativa/Divulgação
Imagem: Ibiza Trade/Ativa/Divulgação

O sistema  já está sendo aplicado em condomínio empresarial na região de Blumenau

Mobilidade. Essa é a grande vantagem do sistema de piso elevado, que está sendo usado pela primeira vez em um empreendimento de Blumenau, no Ibiza Trade & Financial Center, investimento da Torresani Empreendimentos Imobiliários. Composto por revestimentos de alto desempenho, o sistema de piso elevado gera praticidade também para as alterações de layout e serviços de manutenção elétrica e hidráulica com baixo custo, já que dispensa a quebra das placas de cerâmicas ou de outros revestimentos para o acesso às redes internas. Além disso, ele também colabora com o isolamento térmico e acústico, por conta da câmara de ar criada entre o contrapiso e o pavimento.

Essa técnica é bastante utilizada nos grandes centros, em edifícios corporativos onde a mobilidade é uma constante necessidade. Serve para facilitar e agilizar a instalação, reduzindo os custos de manutenção, entre outros benefícios. Ambientes inteligentes, encanamentos e canais adaptáveis de distribuição elétrica permitem criar projetos de iluminação conforme a necessidade da empresa.

Na região, o piso elevado ainda é uma novidade. Porém, em condomínios empresariais de São Paulo e Rio de Janeiro, está técnica construtiva já está bastante difundida. O sistema de piso elevado se destaca no mercado também em função da facilidade e rapidez no processo de instalação. Ele pode ser usado tanto em projetos comerciais, o que já está sendo feito, como também em residenciais e em áreas externas como decks, piscinas, terraços e áreas com paisagismo.

As placas de revestimentos que compõem o sistema possibilitam adaptação da medida modular necessária em cada projeto arquitetônico, permitindo fácil acesso às estruturas instaladas e flexibilidade no planejamento do layout.

O sistema é extremamente funcional para a aplicação em ambientes internos. Composto por revestimentos de alto desempenho, com a capacidade de carga de até 300 quilos por metro quadrado, as placas ficam apoiadas sobre uma base dando o espaço de passagem para as tubulações de energia, climatização, entre outras necessidades do cliente. Permitem a adaptação da obra a medidas modulares necessárias em cada projeto. A placa é metálica e vai um revestimento colado em cima, que pode ser carpet, laminado, madeira, granito ou cerâmica.

Segundo o engenheiro da Torresani, Rodrigo Netto da Silva, este tipo de sistema é mais uma inovação da empresa. “Com certeza é uma grande novidade em uma construção empresarial no mercado regional. Uma das questões que nos influenciou nesta escolha foi a versatilidade a ser oferecida ao cliente. A qualquer momento pode se alterar completamente a disposição de uma sala comercial sem a necessidade de obras complementares”, explica. Silva comenta também, que o conforto acústico é melhorado, já que fica um espaço de mais ou menos 15 centímetros sob o pavimento revestido, além de ser um sistema completamente seguro.

Texto: Nane Pereira

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS