sexta-feira, 17 setembro 2021
InícioSaúdeCoronavírusMinistro da Saúde vem à Blumenau conhecer o modelo de enfrentamento à...

Ministro da Saúde vem à Blumenau conhecer o modelo de enfrentamento à Covid-19

Queiroga deve visitar o Setor 3 do Parque Vila Germânica e dois hospitais. É possível, que o também médico, aplique uma vacina.

A deputada federal Angela Amin (PP), que preside o Fórum Parlamentar Catarinense, convidou o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para conhecer o modelo de enfrentamento à Covid-19 em Blumenau.

Nossos números são bons, afinal a taxa de recuperação de quem se infectou é de 98%, a de letalidade está em 0,96% e 19,42% da população já está totalmente imunizada. A autoridade máxima da saúde deve chegar no aeroporto de Navegantes às 10h e de lá seguir para o Médio Vale do Itajaí.

O  senador Jorginho Mello (PL) vai acompanhar o ministro. Queiroga vai conhecer o trabalho a Central de Referência para Casos Suspeitos de Coronavírus, localizado no Setor 3 do Parque Vila Germânica. Ele é médico e pode aplicar a dose de uma vacina, como tem feito em outras visitas oficiais.

No período da tarde, o ministro visita as obras do Centro de Alta Complexidade da Renal Vida e depois os hospitais Santa Isabel e Santo Antônio, onde assinará três atos oficiais. Um deles é a portaria que estabelece serviços de radioterapia, hematologia e oncologia pediátrica ao serviço de alta complexidade em oncologia (Unacon), com recurso financeiro a ser incorporado para o Santo Antonio.

Queiroga também assinará portaria que habilita o Centro de Atendimento de Urgência aos Pacientes com AVC Tipo III e estabelece recursos para o Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, um Termo de Compromisso para ampliação de serviços e equipes de Atenção Primária, com 50 equipes de saúde da Família e 231 de Agentes Comunitários de Saúde.

Depois de cumprir a agenda em Santa Catarina, o ministro volta à Brasília. O embarque será novamente no Aeroporto de Navegantes com voo previsto por volta das 19h.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS