domingo, 24 outubro 2021
InícioGeralMais um caso suspeito de coronavírus em SC, agora em Rio do...

Mais um caso suspeito de coronavírus em SC, agora em Rio do Sul

 

 

 

 

 

Um morador de Rio do Sul, de 35 anos, voltou no dia 26 de janeiro para o Brasil, depois de ficar um mês na China, onde passou pelas cidades de Pequim e Xangai. Nesta sexta-feira (31/01/20) ele procurou atendimento médico depois de ficar com mal-estar, dor no corpo e tosse.

No período da noite foram colhidas amostras de sangue que foram enviados para análise na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro (RJ). O resultado confirmará ou não se trata-se de um caso de coronavírus 2019-nCoV.

Por enquanto é um caso suspeito, como o morador de 30 anos de Brusque, internado um dia antes no Imigrantes Hospital e Maternidade. Ele também viajou à China, no momento está bem, mas até chegar o resultado do exame o paciente continuará em isolamento.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registra 16 casos considerados suspeitos de coronavírus, conforme balanço divulgado às 12h deste sábado. Dez outros casos já foram descartados.

O estado que apresenta maior número de casos suspeitos é São Paulo, com oito ocorrências, duas já descartadas. No Sul, além de Santa Catarina, tem um caso no Paraná e quatro no Rio Grande do Sul; onde outros três já foram descartados. No Ceará também há um paciente suspeito de coronavírus.

 

O vírus no mundo:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou hoje (1/02) para 11.953 o número de casos confirmados de coronavírus em todo o planeta. Deste total, 11.821 foram identificados em território chinês. O total de mortos permanece estável: 259 casos, todos na China.

De acordo com o balanço divulgado em Genebra, o segundo país a apresentar maior número de casos confirmados de coronavírus foi a Tailândia (19 pessoas), seguido pelo Japão (17), Cingapura (16), Austrália (12), Coreia (12), Malásia (8), Alemanha (7), Estados Unidos (7), França (6), Vietnã (6), Canadá (4), Emirados Árabes Unidos (4), e Itália, Reino Unido e Rússia (2 casos cada).

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS