quarta-feira, 27 janeiro 2021
Início Geral Mãe dá a luz a trigêmeos idênticos no Hospital Santo Antônio, em...

Mãe dá a luz a trigêmeos idênticos no Hospital Santo Antônio, em Blumenau

03:00

 

 

 

 

Fotos: Larissa Machado (HSA)

Quando a moradora de Rodeio (SC), Taiza Priscila Kruger, de 29 anos, soube que estava grávida ficou radiante. Imaginem a surpresa dela e do marido Itamar Antunes, ao realizarem o primeiro ultrassom e descobrirem que não esperavam apenas o primeiro filho, mas três meninos de uma vez só.

Segundo informações do Hospital Santo Antônio, onde ficou internada, a família tem histórico de gravidez de gêmeos, como é o caso de tias e primas. Mas Taiza jamais imaginaria que ficaria grávida de trigêmeos.

Isso é tão raro, que segundo a médica obstetra Drª Andréia Sayaka, só ocorre em dois de cada um milhão de nascimentos. “Eu particularmente trabalho no hospital há 2 anos e meio, e nunca tivemos um nascimento de trigêmeos no Santo Antônio. Como é um hospital escola, houve uma comoção muito grande entre nossas residentes para estar presente nesse momento”, comentou.

A escolha dos nomes foi bem democrática. Thomas foi sugestão do pai, Gael da mãe, e Davi, de comum acordo do casal. Os meninos dividiram a mesma placenta, sendo trigêmeos idênticos, caso que ocorre em um a cada 50 milhões de nascimentos.

Como é considerada uma gravidez de risco, a partir da 30° semana, Taiza precisou ser internada no hospital para monitorar os bebês e a mãe. Ao completar 31 semanas e meia, a médica preferiu o parto por cesaria.

“Sabíamos que necessitaríamos de uma equipe completa. Foi necessário um anestesista, um obstetra, três pediatras, três residentes da ginecologia outros três da pediatria, além de enfermeiras e técnicas de enfermagem. Já tínhamos as vagas de UTI neonatal aguardando a chegada dos bebês, sendo um trabalho de equipe entre diversos setores do hospital” , relata Dra. Sayaka

A cesária ocorreu no dia 30 de outubro de forma tranquila e os bebês se encontram atualmente na UTI Neonatal do hospital, em situação de saúde estável e com boa evolução. Segundo o Dr. Egidio Negri, que está há mais de 31 anos na instituição, faz pelo menos 5 anos que a unidade não registrou nascimento de trigêmeos.

 

 

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br
 
 
 
 
 

MAIS LIDAS