segunda-feira, 27 setembro 2021
InícioUncategorizedInseto estudado por professor da FURB é introduzido no Havaí para conter...

Inseto estudado por professor da FURB é introduzido no Havaí para conter praga

aroeira

Um inseto estudado pelo professor doutor Marcelo Diniz Vitorino quando ele ainda era um mestrando em Engenharia Florestal da Universidade Federal do Paraná (UFPR), no início dos anos 90, está sendo usado no Havaí (EUA) para controlar a população de araçazeiros nas ilhas do Oceano Pacífico. A mosca (nome científico tectococcus ovatus) foi liberada em dois locais há cerca de um ano, e estão respondendo bem às expectativas dos pesquisadores da Universidade do Havaí, em Manoa.

“É o sonho de qualquer pesquisador ver um estudo de tantos anos finalmente dar resultado. Foi um longo trabalho para provar o potencial deste inseto para solucionar este problema ambiental”, afirma Vitorino, que após o término do mestrado na UFPR continuou a mesma pesquisa na FURB, onde leciona desde 1998.

Os araçazeiros, presentes em todo o litoral brasileiro, foram levados do Brasil para as ilhas havaianas como plantas ornamentais e se tornaram pragas, destruindo a vegetação nativa. A mosca introduzida, também de origem brasileira, tem uma relação específica com a árvore: se alimenta apenas dos seus frutos. “A planta nunca vai desaparecer do Havaí, mas com a presença do inseto ela vai diminuir bastante sua capacidade de proliferação, e o inseto também vai existir cada vez em menor número”, explica o professor.

Outras pesquisas

Atualmente, uma acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal da FURB participa de estudos na Universidade da Flórida para conter a proliferação de aroeiras-vermelhas, outra árvore brasileira que virou praga nos Estados Unidos, através da introdução de outro inseto brasileiro.

via FURB

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS