sábado, 4 dezembro 2021
InícioEventosIgreja Presbiteriana do Brasil celebra 61 anos em Blumenau

Igreja Presbiteriana do Brasil celebra 61 anos em Blumenau

 

 

 

 

Às 19h deste domingo (15/03/20), será celebrado um culto especial na Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) localizada no início da Rua República Argentina (nº 431), no bairro Ponta Aguda, em Blumenau. São 61 anos presentes no município que  abriga mais duas unidades. Uma fica no bairro Velha Central (R. Caçadores, 3165),  e outra, no bairro Itoupavazinha (R. Jardim Germânico, 835).

A primeira comunidade foi formada no Brasil em 12 de agosto de 1859 no Rio de Janeiro. Um ano depois, missionários chegavam em Santa Catarina, a maioria eram norte-americanos. Hoje a IPB tem cerca de um milhão de fiéis espalhados pelo Brasil e é proprietária da Universidade Mackenzie, referência em educação.

A história em Blumenau começou em 1935 com a chegada de Teobaldino Pereira e sua família, que vieram de Camboriú. As duas filhas, Jaci e  Juçá, frequentavam a Igreja Presbiteriana de Camboriú. O pastor Harry Midkiff, que residia em Rio do Sul, visitou a família Pereira em Blumenau em 1937. A partir desse ano foi iniciado o trabalho da igreja na cidade, usando como base a residência de Teobaldino.

 

Pastor Anderson Henrique Domingos ao lado da Sra. Jacy Pereira Krauss. Ela é filha de Teobaldino Pereira, tem 100 anos, e é a frequentadora mais antiga da Igreja. Foi na casa do pai dela que iniciaram as primeiras reuniões da ordem religiosa.

 

O número de fiéis aumentou e o espaço na casa dos Pereira foi ficando cada vez menor. Foi quando um casal da Igreja Luterana, Alfredo e Edith Rodrigues, emprestou uma sala maior na sua residência. O crescimento constante trouxe para Blumenau o pastor norte-americano Teodore Himm e sua esposa Eufrid. A partir dessa vinda, as reuniões e os trabalhos realizados, foram transferidos para a residência dos Himm, próximo ao Hospital Santa Isabel, na região Central da cidade. O pastor ficou em Blumenau por cerca de dois anos.

Depois nova mudança para um galpão na Rua São Paulo, onde muitas famílias se reuniam semanalmente. Com a ausência de pastores, os trabalhos passaram a ser conduzidos por José Schubert. Em 1945 chega a Blumenau o pastor Agenor Mafra que permanece também por dois anos.

Em 1948 chega o pastor Floyd Sovering com sua esposa Marie, quando a congregação presbiteriana muda-se para outro local na mesma rua. Floyd engaja-se na organização da igreja na cidade e inicia uma campanha de arrecadação de doações para aquisição de um terreno para construir uma sede própria. Com apoio local e das missões norte-americanas, foi adquirido um terreno no bairro Ponta Aguda.

No dia 20 de maio de 1956, estava concluída a construção. O pastor Floyd ficou 11 anos na cidade, período em que colaborou de forma significativa para a consolidação do trabalho presbiteriano. Três anos depois, chega o Pastor Pedro Duarte, e no dia 15 de março do mesmo ano, organiza-se a Igreja Presbiteriana de Blumenau, jurisdicionada pelo Presbitério de Florianópolis e assistida pela Missão Central Brasil.

 

 

Alguns anos depois, o Pastor Eny Luz de Moura assume os trabalhos no município e inicia a construção do edifício de educação cristã, permanecendo 10 anos no campo. O Pastor Pedro Duarte volta para Blumenau e conclui a edificação.

A partir dessa data, passaram inúmeros pastores contribuindo para o desenvolvimento da igreja. São 61 anos desde a formalização da igreja no município, e 83 anos, quando aconteceu aquela primeira reunião na casa da família Pereira.

Todas as informações foram passadas pelo Pastor Anderson Henrique Domingos, que entrou em contato com OBlumenauense solicitando mostrar à comunidade essa data tão importante. Ele é o pastor titular no momento em Blumenau.

 

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS