domingo, 16 janeiro 2022
InícioSaúdeHospital de Blumenau realiza o primeiro valve-in-valve mitral em SC

Hospital de Blumenau realiza o primeiro valve-in-valve mitral em SC

O procedimento cardíaco inédito consiste em corrigir, com um novo implante, uma disfunção na prótese mitral já implantada cirurgicamente.

O Hospital Santa Catarina, de Blumenau, realizou  pela primeira vez no estado o valve-in-valve mitral. O procedimento cardíaco consiste em corrigir com um novo implante, uma disfunção na prótese mitral já implantada cirurgicamente.

Com o auxílio do aparelho de hemodinâmica, que posiciona os cateteres, uma nova válvula mitral é implantada e expandida dentro da prótese já existente. A estrutura do coração é responsável pela passagem de sangue do átrio para o ventrículo esquerdo. Durante o procedimento, o ecocardiograma é utilizado para avaliar os ajustes necessários.

De acordo com o cirurgião cardiovascular, Dr. Décio Abuchaim, o implante é introduzido através de uma mini incisão no tórax, no lado do coração. “É importante salientar que o valve-in-valve pode ser realizado em um grupo muito específico de pacientes: aqueles que já possuem prótese mitral biológica e que têm alto risco de reoperação convencional”, explica.

Vantagens do valve-in-valve

Algumas vantagens desta técnica incluem menor risco, menor tempo de internação e menor possibilidade de transfusão sanguínea. Além disso, com a nova técnica, o risco de reoperação também é reduzido, o que proporciona melhora na qualidade de vida.

A cirurgia foi realizada no segundo semestre deste ano sob o comando do cirurgião cardiovascular, Dr. Décio Abuchaim. Assim também, uma equipe multidisciplinar composta pelos também cirurgiões cardiovasculares, Drs. Eduardo Mota e Cleber Gonçalves, pelo cardiologista intervencionista, Dr. Júlio Schulz, e pelos cardiologistas, Drs. Felipe Amaral e Milton Poffo, participou do procedimento pioneiro.

“Afim de proporcionar um tratamento customizado, criamos um heart time, onde os casos de pacientes com doenças nas válvulas do coração são analisados por um grupo de médicos de várias especialidades dentro da cardiologia”, complementa o médico.

As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa no site do Hospital Santa Catarina.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS