Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Homem embriagado inicia agressões na esposa e filha por causa da comida fria, em Blumenau

 

 

 

Uma mulher e sua filha passaram um sufoco na tarde desta segunda-feira (12/10/20) no distrito da Vila Itoupava, em Blumenau. A Polícia Militar foi acionada às 16h40 para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua Erwin Manzke, onde a guarnição encontrou a vítima muito nervosa e acolhida na casa da vizinha.

Ela disse que seu marido de 55 anos saiu para ir ao bar por volta das 11h, e ao retornar, às 14hh30, estava bastante agressivo, quando começou uma discussão porque a comida estava fria. Em seguida pegou o prato e jogou na parede. Não satisfeito, arremessou a chaleira elétrica na direção da esposa, mas não acertou.

Depois foi pra cima dela quando entraram em luta corporal. A filha do casal, vendo a mãe sendo puxada pelo cabelo, empurrou seu pai jogando-o no chão, momento em que ele se levantou e deu alguns socos na direção dela.

A esposa disse que o homem guardava quatro armas em casa, e diante do risco, a guarnição pediu apoio de mais viaturas. O homem foi encontrado no fundo da casa, bastante nervoso e agitado.

Os policiais iniciaram um diálogo, e a muito custo, ele acabou sendo convencido a entrar na viatura. A guarnição entrou na residência junto com a esposa e apreendeu quatro armas de fogo que estavam dentro de um guarda-roupas.

Trata-se de uma espingarda calibre 22 e três carabinas, de calibres 20 e 38, além de uma Winchester, a única com a numeração suprimida. As outras são modelos modelos antigos, que segundo o homem, a numeração estava dentro da madeira.

Ele não possuía porte de arma e nenhuma delas estava registrada. O homem recebeu voz de prisão por porte ilegal de arma de fogo e violência doméstica. Em seguida foi conduzido para a delegacia onde foram tomadas as medidas legais.

 

Grupo Telegram
Grupo WhatsApp

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

*

*

Top