Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Homem é preso com equipamentos furtados de igreja em Gaspar, avaliados em R$ 20 mil

 

 

 

Fotos: Polícia Civil de Gaspar (SC)

Um jovem de 20 anos foi preso por volta das 13h desta segunda-feira (19/05/20) após ser flagrado vendendo produtos furtados de uma igreja no bairro Figueira, em Gaspar (SC). O crime aconteceu na madrugada de sábado (17) e as mercadorias foram avaliadas em R$ 20 mil.

Tudo começou depois que o Setor de Investigações e Capturas da Polícia Civil de Gaspar (SC) foi informado de que uma pessoa suspeita estava vendendo os objetos furtados por um preço muito baixo. Em seguida, uma viatura se deslocou ao endereço do suspeito que foi localizado sentado na varanda. Assim que ele percebeu a presença dos policiais, tentou fugir mas foi logo abordado.

Primeiro o jovem negou ter qualquer objeto furtado, mas ele esqueceu de esconder uma maleta com microfones e cabo de som que estavam jogados pelo terreno. Dentro do quarto, foi encontrado um projetor de luzes e certa quantidade de maconha, além de treze comprimidos brancos.

 

Em um cômodo no fundo da residência, havia outro projetor de luzes e microfone, além de um módulo de teclado escondidos em meio a materiais de jardinagem. O rapaz ainda tinha R$ 579,00 em dinheiro que seriam da venda dos objetos.

Os policiais continuaram as diligências e foram até a residência de um homem em Blumenau, onde localizaram um teclado que também foi furtado da igreja. Ele não estava no momento, e segundo a Polícia Civil, os familiares disseram que foi visto no período da manhã levando o equipamento em seu carro, pelo qual teria pago R$ 500.

 

 

Na residência do jovem preso em Gaspar, foi visto um carro com placas de Indaial levando uma caixa de som. A Polícia Civil da cidade foi contatada, e após diligências, o equipamento foi encontrado.

O jovem foi preso e conduzido à Delegacia de Gaspar onde foi registrado o auto de prisão em flagrante pelo crime de receptação. Um representante da igreja também foi ao local e reconheceu todos os objetos recuperados como de sua propriedade. Os equipamentos foram devolvidos.

 

Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

Posts relacionados

Top