domingo, 24 outubro 2021
InícioGeralHeitor, de 2 anos, teve uma surpresa muito especial na tarde desta...

Heitor, de 2 anos, teve uma surpresa muito especial na tarde desta sexta-feira (20/12)

 

 

 

 

Por Claus Jensen, com imagens de João Luiz Muniz

No começo desta semana, um vídeo postado nas redes sociais mostrava um menino chorando em um trecho de estrada de chão cercado por mato. O motivo é que passou um carro com Papai Noel perto de sua casa, mas não entrou na Rua dos Pescadores, no bairro Velha Central, em Blumenau, onde ele mora com um irmãozinho de 6 anos, a irmã de 10, o pai Igor Lourenço Casalegno e a mãe Gabriela Garcia.

Além do bom velhinho, Heitor também gosta muito da Polícia Militar. O ativista social João Luiz Muniz, soube que o pai do menino estava desempregado até a pouco tempo, mas conseguiu emprego de garçom. Isso faz com que chegue por volta das 2h da madrugada.

A mãe cuida das crianças, e como a irmã de 10 anos aprendeu a fazer brigadeiros, as duas faziam docinhos sob encomenda que ajudou na renda da família. João ficou muito sensibilizado com a criança, sua história e teve uma ideia.

Falou com o comandante tenente coronel Jefferson Schmidt, do 10º Batalhão da Polícia Militar, para ver a possibilidade da visita ao Heitor ser acompanhada por policiais e uma viatura. Depois conversou com um amigo que se disponibilizou para ser o Papai Noel.

João também comprou um carrinho de polícia com sirene e luzinhas, usando dinheiro do próprio bolso. Além disso também conseguiu recebeu a doação de uma cesta básica completa para deixar com a família e providenciou um saco de balas para distribuir para as crianças que aparecessem.

A data e o horário ficaram definidos para às 14h desta sexta-feira (20/12/19). O Papai Noel ficou dentro da viatura com os policiais que se deslocou à casa do menino acompanhada pelo carro de João.

Heitor e seu irmão brincavam na rua quando viram os carros chegarem e um sorriso logo se abriu. O bom velhinho estava um pouco escondido e ao vê-lo ficou todo feliz.

João tinha separado também brinquedos para o irmão. Quem entregou o carrinho foi o soldado da PM Gaio, que estava acompanhado do também soldado Fontes. Os policiais ficaram pouco tempo tempo no local, o suficiente para trazer alegria ao pequeno fã da corporação.

Por fim, o menino abraçou todos e o ativista social descreveu a data como inesquecível. Gabriela, mãe de Heitor, agradeceu a cesta básica e disse que estavam bem de alimentação. Em uma atitude muito nobre, sugeriu que os alimentos fossem doados para uma família que estivesse precisando.

 

 

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS