quarta-feira, 8 dezembro 2021
InícioEntretenimentoGrupo cria peça sobre Fritz Müller para ser assistida individualmente em uma...

Grupo cria peça sobre Fritz Müller para ser assistida individualmente em uma caixinha

Texto e fotos de Claus Jensen

O teatro Lambe Lambe tem um formato totalmente diferente, onde a peça é encenada com bonequinhos que são vistos dentro de uma caixinha. Geralmente são de curta duração, menos de 3 minutos, como é o caso do que o grupo Cia Macadame fez falando sobre o biólogo alemão Fritz Müller, que viveu em Blumenau.

 

 

Através da janela de uma casa em enxaimel, o espectador acompanha toda a pequena ação. Pelo fone de ouvidos, você vai ouvindo a história que vai criando o clima. “Nós já estávamos fazendo teatro Lambe Lambe com personagens fictícios, mas queríamos trazer isso à realidade da cidade. Então começamos a pensar em alguns personagens históricos, importantes para Blumenau. Escolhemos Fritz Müller, que apresentamos hoje pela primeira vez. Também estamos trabalhando com Edith Gaertner, além de outros personagens que estão engatilhados, mas ainda não definimos”, comenta Rafael Leandro de Souza, que faz a movimentação do boneco, por baixo da casa, através de um corte no chão.

 

 

Dentro a casinha é toda decorada com detalhes. Tem uma imagem de borboletas, estante, microscópio, estante com livros, até um bebê dormindo.

Para fazer essa casinha, Rafael usou a estrutura de madeira do projeto Miniaturas em Enxaimel. “Ela é uma réplica reduzida de uma casa real em enxaimel. Os encaixes dos sarrafos, foram usados da mesma que na época da colonização de Blumenau”, destaca o artista.

 

 

No projeto de Edith Gaertner, a casinha terá no interior um cemitério dos gatos. “Vamos contar sua história e a relação com os animais e a natureza. Pretendemos apresentar em eventos relacionados ao meio ambiente e a história de Blumenau”, comenta Rafael.

A intenção é contatar com pessoas ligadas à essas áreas. Independente desse projeto, o grupo já se apresenta há 2 anos em escolas, creches e orfanatos. “Temos outros personagens, geralmente com temas ligados ao meio ambiente. Nós criamos esse projeto (Fritz Müller) e agora estamos buscando parcerias para levar essa ideia adiante e ter visibilidade. Queremos nos apresentar para as escolas, não só com o teatro Lambe Lambe, mas também com marionetes em escala maior”.

 

 

Priscila Gilinski, companheira de Rafael, disse que há dois anos atrás, fizeram dois espetáculos apoiados pelo Fundo Municipal de Cultura. Hoje estão com quatro para o teatro Lambe Lambe.

Tem a história de uma sereia, que procura conscientizar sobre jogar lixo no mar. Outra é a do passarinho, que trata sobre o trânsito e a poluição das cidades. “Temos também uma caixinha que fala sobre a chegada do Dr. Blumenau na nossa cidade, e agora do Fritz Müller, que enfatiza não só o botânico mas a preservação ambiental”, destaca Priscila.

Rafael lembra que as caixas sempre trazem um ar de mistério, porque as pessoas ficam curiosas em saber o que tem dentro. “Elas provocam diversas emoções, como deslumbramento, causam risadas, fazendo com quem está em volta pense: o que está acontecendo? Depois que ela espia pela janela, acompanha a peça, com sonoplastia e iluminação, fica encantada”, finaliza Rafael.

A Cia Macadame foi criado há três anos em Blumenau. Quem quiser contratar o trabalho deles, pode contatar o Rafael pelo celular (47) 98458-4350 ou no e-mail rafaelleandro@gmail.com.

 

Claus Jensenhttp://www.oblumenauense.com.br
Trabalhei com publicidade há mais de 30 anos, fiz teatro durante 8, apresentei programa de televisão outros 5 e sou blogueiro desde 2007. Mas minha maior paixão é a família, e claro, essa fascinante Blumenau.

MAIS LIDAS