quarta-feira, 27 outubro 2021
InícioDicasGastos extras que devem ser considerados ao comprar um imóvel em Blumenau

Gastos extras que devem ser considerados ao comprar um imóvel em Blumenau

Uma coisa é certa, os gastos com a compra de um apartamento vão muito além do pagamento do mesmo à vista ou por meio de um financiamento.

Comprar um apartamento em Blumenau faz parte dos sonhos de muitos catarinenses e, muitas vezes, após vários anos de economia, esse sonho se torna realidade. No entanto, ficar atento aos gastos no pós-compra do apartamento é algo muito importante para que não aconteçam surpresas no meio do caminho.

Todos que compram um apartamento devem ter em mente que, além dos gastos com a compra à vista ou mesmo por financiamento, existem outras despesas, como os impostos e documentação. Além disso, não podemos esquecer dos gastos com reparos, mudança, decoração e com a mobília, entre outros.

Que tal saber quais são as principais despesas extras que a compra de um imóvel pode trazer para você? Continue lendo as próximas linhas e confira!

ITBI

O ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) nada mais é do que uma tarifa cobrada de quem adquire um imóvel. Este é um imposto variável cobrado pelas prefeituras que pode chegar até 2% do custo total da propriedade. No entanto, algumas prefeituras podem conceder um abatimento sobre o valor, principalmente quando o negócio é feito por meio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Escritura

É regra: antes mesmo de avaliar as casas à venda em Blumenau é importante ter em mente o valor da escritura. O contrato é feito em Cartório de Notas e legaliza a transação de compra e venda do imóvel. A conta deve ser paga por quem está fazendo a compra do imóvel à vista. Caso o mesmo esteja sendo adquirido por meio de financiamento, o próprio contrato feito com o banco vale como a escritura de imóvel.
Registro do imóvel

O próximo passo, após a escritura do imóvel, é fazer seu registro no Cartório de Registro de Imóveis. O documento é emitido pelo cartório e assegura, por lei, quem é o proprietário do imóvel.

O total é calculado considerando uma soma de várias taxas que podem variar dependendo da localização da propriedade. Além disso, outro ponto que é levado em consideração é o valor do imóvel. No geral, este não costuma ser maior do que 1%.

Outra função do registro do imóvel é individualizar a matrícula da unidade. Assim, é possível obter o histórico de todas as ocorrências relativas à propriedade e a todos os seus antigos donos.

Certidões de irregularidade do imóvel

Este tópico tem uma ressalva, pois o mesmo só é necessário para compras de imóveis usados. O documento é de extrema importância e indispensável, garantindo que não há nenhuma pendência sobre a propriedade. Mesmo que o novo proprietário possa contar com os serviços de um despachante, é possível fazer a emissão diretamente em cartório.

IPTU

Em relação ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é importante informar-se com o antigo proprietário ou até mesmo com os vizinhos, para garantir que nenhum contratempo irá surgir. É importante não ignorar esse imposto, pois ele pode variar considerando o local e o tamanho do imóvel. Além disso, algumas prefeituras podem, até mesmo, parcelar o valor em diversas vezes.

Reparos e obras

Seja ele novo ou usado, todo imóvel conta com algum tipo de reparo para ser feito. São muitos detalhes pessoais e até mesmo necessários, para que tudo fique de acordo com o nosso gosto. Inclusive, neste momento, não medimos esforços para que tudo seja perfeito.

Pode ser uma troca de piso, uma pintura na cor preferida, a troca de portas ou outros detalhes, estes fatos sempre surgem após a compra. Os custos tendem a variar considerando a mão de obra, o tempo, o tamanho da reforma, entre outros itens.

Por isso, deve-se haver uma previsão para esses gastos antes da compra ser fechada para que seu orçamento não seja estourado. Então, fique de olho: caso necessite, não hesite em ir em busca de referências e indicações de mão de obra para ter certeza de que irá contratar um serviço de qualidade.

Lembre-se de ser cauteloso, já que reformas e pequenos reparos podem surpreendem e você ter que acabar desembolsando mais do que o previsto.

Enfim, como você pôde ver os gastos da compra de um imóvel vai muito além do valor do mesmo. Por isso, é importante saber se organizar financeiramente para não acabar se surpreendendo no final.

Gostou? Programe seu sonho e aproveite para compartilhar com aquele amigo que está de olho em um imóvel próprio.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS