sábado, 16 outubro 2021
InícioVale do ItajaíGasparGaspar está sem coleta de lixo desde sexta-feira (18) passada

Gaspar está sem coleta de lixo desde sexta-feira (18) passada

lixo_d23-11-16

 

Gaspar continua passando uma situação difícil por causa da falta de coleta dos resíduos sólidos recicláveis. Desde sexta-feira (18), o serviço não é prestado pelo Samae do município vizinho. Na tarde desta quarta-feira (23/11/16), a prefeitura de Gaspar enviou uma nota oficial dando a sua versão do que está acontecendo.

Confira:

A empresa Reciclar Coleta Seletiva e Transporte de Resíduos Ltda, responsável por receber os resíduos recicláveis e realizar sua triagem, encaminhou, no dia 16 de novembro, um comunicado de que estava rescindindo unilateralmente o contrato e que, a partir do dia seguinte, não receberia mais os resíduos. No documento não foram expostos os motivos que fundamentaram essa decisão.

Por conta disso, a empresa Say Muller Serviços, que realiza a coleta e o transporte dos resíduos recicláveis no município, por estar impedida de descarregar os resíduos na Reciclar, interrompeu a execução dos serviços desde sexta-feira (18) até que a autarquia indique o local para envio dos materiais.

No ano 2014, a empresa Reciclar participou do edital de licitação n° 35/2014, cujo objeto era a alienação dos resíduos sólidos recicláveis com características de domiciliares do município de Gaspar, e saiu vencedora ofertando o preço de R$20,00 a tonelada. Não houve uma empresa classificada em segundo lugar. O término do contrato estava previsto para 31 de dezembro deste ano.

Diante do ocorrido, o Samae notificou o representante legal da empresa Reciclar para retomar o serviço, mas, até o momento, não houve manifestação da contratada. Sendo assim, a autarquia vai recorrer ao judiciário para solucionar a situação.

Como medida paliativa, o serviço de coleta convencional recolherá os resíduos recicláveis que estiveram depositados nas vias e os encaminhará até o aterro sanitário, onde passarão por um processo prévio de seleção.

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS