sábado, 29 janeiro 2022
InícioSegurançaGAECO deflagra Operação Bonifrates no Alto Vale do Itajaí

GAECO deflagra Operação Bonifrates no Alto Vale do Itajaí

Suspeitos teriam se valido de outras pessoas para ocultar bens e valores e se eximirem dos cumprimentos de sentença decorrentes de condenações em ações de improbidade administrativa.

GAECO deflagra Operação Bonifrates para apurar fraude em cumprimentos de sentença por atos de improbidade em Santa Cecília
Suspeitos teriam se valido de outras pessoas para ocultar bens e valores e se eximirem dos cumprimentos de sentença decorrentes de condenações em ações de improbidade administrativa.

Na manhã desta quarta-feira (1/12/21), o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) deflagrou a operação batizada como “Bonifrates”, realizando o cumprimento de mandados de busca e apreensão nas cidades de Santa Cecília e Rio do Sul.

A Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Cecília e o GAECO constataram fortes indícios da participação dos investigados nos delitos de fraude à execução, associação criminosa, falsidade ideológica, lavagem ou ocultação de bens e crime contra a ordem tributária.

O nome da operação deve-se ao fato de que os investigados teriam se valido de outras pessoas para ocultar bens e valores e se eximirem dos cumprimentos de sentença decorrentes de condenações em ações de improbidade administrativa, que, atualmente, com as devidas atualizações, ultrapassam R$ 1 milhão.

Saliente-se que parte dos cumprimentos das sentenças que condenaram o principal investigado por atos de improbidade administrativa já tramitam há mais de 10 anos, inclusive, em diversas delas com o reconhecimento de fraude à execução em 22 dos 26 cumprimentos de sentença existentes na Comarca.

Ao todo, foram expedidos pelo Poder Judiciário (Vara Única da Comarca de Santa Cecília) sete mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos por Policiais do GAECO, com o apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP), da Polícia Militar Ambiental e da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola (CIDASC).

Fonte: Ministério Público de SC

O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS