segunda-feira, 8 março 2021
Início Clima Fortes chuvas provocam queda da cabeceira de ponte interditando trecho da BR-101...

Fortes chuvas provocam queda da cabeceira de ponte interditando trecho da BR-101 em Santa Catarina

 

 

 

Na tarde de sexta-feira (24/05/19), em apenas 4 horas, choveu em média 80 mm no Litoral Sul catarinense. Houve alguns pontuais acima de 100 mm em Içara (SC), onde choveu 127 mm em 6 horas.  A chuva foi provocada pela influência de um ciclone extratropical junto à costa do Sul do país.

Entre os municípios que registraram prejuízos, estão Araranguá, Criciúma, Imaruí, Tubarão, Jaguaruna, Sangão, Orleans, Laguna, Braço do Norte, Pescaria Brava, Armazém, Imbituba, Capivari de Baixo, Garopaba, Treze de Maio e São Ludgero. Segundo a Defesa Civil, os maiores acumulados de chuva em Santa Catarina entre 5h15min e 17h15min, foram registrados em Tubarão (140 mm), Laguna (145 mm) e Criciúma (104 mm). Segundo o Epagri/Ciram, nessas três cidades, o esperado para o mês de maio é de 80 mm.

Em Sangão, a força da água arrastou um ônibus escolar que estava no pátio da prefeitura e acabou colidindo em outro, ambos estacionados e vazios. A pista sentido Sul da BR-101 do município ficou interditada no km 356, depois que cabeceira da ponte sobre o Rio Sangão cedeu por volta das 19h. Uma faixa no sentido norte foi liberada, mas pode ser interrompida a qualquer momento, já que o  alargamento do rio pode comprometer sua estrutura. Um caminhão caiu no local, mas foi só prejuízo material, felizmente ninguém ficou ferido.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, quem estiver transitando no sentido Sul do estado, pode desviar por um acesso no km 333, sentido Gravataí. Já no sentido norte, o acesso para o desvio é no km 369, entrando em Morro da Fumaça. Esses desvios são indicados somente para veículos leves, ônibus e no máximo carreta simples. Não podem passar caminhão cegonheira, bitrem e demais veículos de grande porte.

Fotos da Polícia Rodoviária Federal mostrando o caminhão em Sangão (SC)

 

 

Avatar
O Blumenauense
Denúncias, problemas ou elogios? Escreva para contato@oblumenauense.com.br

MAIS LIDAS